Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 22 de setembro de 2018

Bahia

Codevasf instala 15 mil cisternas no norte da Bahia

23 de janeiro de 2015 | 11h 13
Codevasf instala 15 mil cisternas no norte da Bahia
A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) alcançou a marca de 15 mil cisternas de abastecimento humano instaladas na região norte do estado da Bahia com o programa Água para Todos. Os reservatórios beneficiam mais de 75 mil pessoas. Esse é o resultado do mais recente balanço de ações do programa, realizado pela 6ª Superintendência Regional da Companhia, sediada em Juazeiro (BA). Somente em 2014 a Codevasf implantou 11 mil cisternas em 13 municípios da região.
 
De acordo com o coordenador regional do Água para Todos na Codevasf, Joselito Menezes, o programa tem atendido especificamente famílias em condições de vulnerabilidade econômico-social. “É importante frisar que muitas famílias não dispunham de uma fonte de água de boa qualidade para o consumo até a distribuição e a instalação das cisternas pela Codevasf. Essas ações mudaram a qualidade de vida dessas populações, com efeitos positivos em sua saúde e maior disponibilidade de tempo para as tarefas do dia a dia”, ressalta Menezes.
 
Os reservatórios implantados pela Companhia são de polietileno e têm entre suas principais características a simplicidade do processo de instalação, a resistência e a vedação do armazenamento. O equipamento têm capacidade de armazenamento de 16 mil litros e sua vida útil é estimada em 30 anos.
 
O abastecimento ocorre durante os períodos chuvosos: a água da chuva é aparada no telhado do local beneficiado e conduzida, por meio de um sistema de calhas e canos, para o interior do reservatório. Com a observância de cuidados básicos – que são comunicados aos beneficiados em treinamentos específicos – a água é própria para saciar a sede e para o preparo de alimentos. Nas localidades em que a estiagem tem sido mais severa, as cisternas estão permitindo que os beneficiados guardem com segurança a água provida por carros-pipa.
 
Comitês
 
A indicação dos beneficiários é responsabilidade de comitês gestores municipais e comissões comunitárias, formados por representantes da sociedade civil, sindicatos de representação rural, associações rurais, igrejas e poder público municipal.
 
Os comitês devem observar em suas indicações as diretrizes do programa: os beneficiários devem ser famílias que residam em áreas rurais, vivam em situação de extrema pobreza ou pobreza – o que significa possuir renda per capita mensal de até R$ 140 –, tenham carência de acesso a água e inscrição no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico).


Bahia LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje