Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quarta, 21 de novembro de 2018

Educação

Ministro da Educação visita Hospital da UFBA

23 de janeiro de 2015 | 11h 22
Ministro da Educação visita Hospital da UFBA
Com objetivo de conhecer alguns dos serviços de referência da Universidade Federal da Bahia (UFBA), o Ministro da Educação, Cid Gomes, visita hoje (23), às 11h:30, o Serviço de Oncohematologia e Tranpsplante de Medula Óssea (TMO) do Complexo HUPES, mais conhecido por Hospital das Clínicas/UFba. Na oportunidade, estarão presentes o Reitor da UFBA, João Carlos Salles e o vice-reitor Paulo Cézar Miguez, além de autoridades locais.
 
A Oncohematologia está ligada a área de Hematologia, um serviço de referência da Universidade, coordenada pela Profa. Glória Bonfim, com atendimento totalmente pelo SUS que possui a única Unidade de Tranplante de Medula Óssea pública do Estado da Bahia. Com uma abordagem multidisciplinar na assistência humanizada aos pacientes, possui atendimento especializado nas áreas de serviço social, psicologia, enfermagem, medicina, farmácia, fisioterapia, nutrição, cuidados paliativos, entre outros. Atende várias patologias da clínica médica, como anemia falciforme, tromboses, e outros distúrbios genéticos ligados ao tecido hematopoiético.
 
O Serviço possui o único Laboratório Avançado de Citometria de Fluxo para o diagnóstico das neoplasias hematológicas do estado da Bahia. Na enfermaria são realizados, em média, 180 internações por ano, obtendo uma taxa de ocupação de 85%. Possui 16 leitos, sendo 11 de hematologia e 5 de transplante.
 
 Em 2014 foram realizados 3600 procedimentos de quimioterapia e infusões ambulatoriais. No ambulatório são atendidos cerca de 8 mil pacientes por ano, com acompanhamento semanal de cerca de 150 pacientes, na sua grande maioria portadores de doenças malignas, como a leucemia aguda e linfomas agressivos.
 
 
 O Transplante de Medula Óssea
 
Coordenada pelo Dr. Marco Aurélio Salvino, a unidade de Transplante de Medula Óssea (TMO) foi inaugurada em agosto de 2010. Mais de 140 transplantes foram realizados desde a sua inauguração, sendo 120 autólogos (do próprio paciente), 15 alogênicos (doação da medula de outra pessoa) e 2  haploidenticos (por doadores parcialmente idênticos). Em média, por mês, são realizados 4 transplantes.
 
 A Unidade de TMO é responsável pela coleta e mobilização das células tronco (procedimento onde é feita a coleta e separação das celulas troncos provenientes da medula ossea), condicionamento quimioterápico (destruição completa da medula óssea doente, do paciente) e infusão das células-tronco, além de todo acompanhamento clínico, psicossocial e farmacológico do paciente no pré , intra e pós-transpalnte.
 
 
Serviço
 
O atendimento aos pacientes portadores das patologias ligadas a área de hematologia acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, com marcação de consultas pela Central de Regulação do Município ou por encaminhamento médico de outra unidade da rede publica com pré-agendamento da consulta.
 
 
Ensino e Pesquisa
 
Em torno de 160 alunos são acolhidos no Serviço, por ano, do 6º, 11º e 12º semestres da Faculdade de Medicina da Bahia, com aulas práticas nos ambulatórios e enfermaria.  O serviço recebe também estudantes e residentes das áreas multiprofissionais, de enfermagem, farmácia, fisioterapia, odontologia, nutrição, serviço social e fonoaudiologia para a formação de profissionais especializados com a técnica necessária para a inserção no mercado de trabalho, além do fomento e geração do conhecimento técnico/científico.
 
Possui o único Programa de Residência Médica em Hematologia/Hemoterapia do Estado da Bahia, com a formação, em média, de 4 residentes por ano. Na pesquisa, participa em registros nacionais nas áreas de Mieloma Múltiplo, Mielodisplasia, Caraterização Clinica e Imunogenética de pacientes com Aplasia de Medula Óssea, entre outros.


Educação LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje