Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, segunda, 12 de novembro de 2018

Esporte

Hulk é vítima de racismo na Rússia e responde com beijo para torcida rival

16 de março de 2015 | 10h 20

Atacante foi vítima de racismo no empate do Zenit com o Torpedo Moscou. Torcedores adversários emitiram som de macaco

Hulk é vítima de racismo na Rússia e responde com beijo para torcida rival
O brasileiro marcou o gol do Zenit em bela cobrança de falta

O atacante Hulk fez o gol do empate do Zenit por 1 a 1 com o Torpedo Moscou, na capital russa, neste domingo, em bela cobrança de falta. No entanto, o resultado acabou ficando em segundo plano, pois o brasileiro foi vítima de racismo por parte dos torcedores rivais.

A torcida do Torpedo imitou sons de macaco nas arquibancadas, mas o camisa 7 não deixou barato: primeiro, levou a mão à orelha como se quisesse ouvir; depois, mandou beijos em direção aos fãs do time adversário.

Após a partida válida pela 19ª rodada do Campeonato Russo, Hulk lamentou a situação.

"Eu posso apenas sentir pena quanto ao que aconteceu e pedir a todos os fãs de futebol para respeitar o jogo, os jogadores e manter tudo em bom nível. O futebol deveria unir as pessoas e não dividí-las por diferentes razões", afirmou o atacante.

"Você não pode entender, aceitar ou explicar essas coisas. Esta não é a primeira vez que eu encontrei algo assim, mas a todo momento você tem que pedir que todos respeitem os jogadores, de novo e de novo. No entanto, apesar de coisas similares a essa, sempre que o racismo aparece, tanto eu quanto o time tentamos nos focar na partida", falou.

Questionado sobre sua reação, Hulk disse: "O que mais você pode fazer nessas situações além de apenas reagir com um sorriso. Se eu reagir aos fãs com respeito, então talvez eu consiga o mesmo de volta".

O técnico do time de São Petersburgo, André Villas-Boas, não poupou críticas aos atos racistas dos torcedores do Torpedo. "O jogo foi lamentável. Futebol ruim, torcedores ruins, por causa dos insultos a Hulk. "Os insultos, o racista insultou Hulk, eles estão ao redor do mundo, e essa é a imagem da Premier League russa", disparou.

O empate deixa o líder Zenit com 45 pontos, cinco a mais do que CSKA.

FONTE: ESPN



Esporte LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje