Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quarta, 12 de dezembro de 2018

Valdomiro Silva

Uma breve apresentação

26 de outubro de 2016 | 10h 50
Uma breve apresentação

Talvez nem precisasse apresentações, visto que sou da casa e tenho meu nome e imagem fortemente associados a marca Tribuna Feirense. Mas, por educação, creio que devo, sim, me anunciar aos leitores. A convite do diretor do site, meu ex-sócio César Oliveira, estou retomando algo que fiz durante muito tempo, no rádio e jornal: a crônica esportiva. Fui editor de esportes no antigo jornal "Feira Hoje" e "o comentarista mais jovem do Brasil", título que me foi dado pelo radialista Itajay Pedra Branca, quando integrei a equipe esportiva da Rádio Subaé. 

O meu início no jornalismo foi no esporte, especificamente no amadorismo, como repórter do mesmo jornal. No rádio, também o esporte foi minha primeira experiência, na bancada do programa "A Voz do Fluminense", comandado por Rogério Santana e Dilton Coutinho, na antiga Rádio Carioca, hoje Rádio Povo.

Tenho duas especialidades  no jornalismo: o esporte e a política. Gosto muito de atuar nessas áreas. Do noticiário e da análise política e governamental, estou afastado, uma vez que ocupo o cargo de secretário municipal de Comunicação e não seria interessante  misturar as coisas. Mas nada me impede de falar sobre o esporte, principalmente o futebol. Então, me candidato aqui a atenção de vocês, leitores. Tentarei frequentar o quanto for possível este espaço, sempre aberto ao diálogo e ao debate dos temas aqui abordados. Forte abraço a todos.

 

A zebra alemã

Nos certames europeus, a novidade do ano até aqui é alemã. O Leipzig está a dois pontos do líder Bayern. O Borussia Dortmund, que vinha sendo a sombra do time de Munique nos últimos anos, nem aparece entre os cinco melhores após oito rodadas. Ainda é cedo para se dizer que o continente poderia estar diante de um novo Leicester, o surpreendente pequeno time inglês que conquistou a Premier League na temporada passada. Mas é um ótimo começo, sim senhor.

 

Sevilla, a ameaça

Na Espanha, depois da metade do turno inicial, o  Real lidera com 21 pontos, Barcelona é  terceiro com 19 e  Atlético Madrid o quinto com 18. No meio do caminho deles, o especialista em Liga Europa, Sevilla,  vice-líder com 20, e o Villareal quarto colocado com 19. Os três gigantes de lá, pelo visto, podem ter companhias indigestas em seu protagonismo, este ano. O que faria um bem enorme ao bom campeonato. Afinal de contas, um certame de 20 clubes em que brilham apenas três, não é uma boa.

 

Sampaolli x Simeone

Falando em Espanhol, assisti domingo ao jogo que colocou frente a frente dois excelentes técnicos da nova safra argentina: Sampaolli, ex-seleção do Chile, no Sevilla, e Simeone, no Atlético de Madrid. O Sevilla teve mais de 60% de posse de bola e mereceu vencer, talvez até por um placar maior que 1 a 0. Real e Barcelona não vão ter vida fácil com esse adversário. Enquanto Simeone oscila (o Atlético já havia sofrido revés em casa contra o modesto Alavés), Sampaolli está azeitando a máquina no Sevilla.

 

Guardiola começa mal

E o badalado (por justa razão, pois é um excelente treinador) Pep Guardiola enfrenta a primeira “crise”,  em seu novo clube, o Manchester City. São cinco jogos sem vencer, entre o Inglês e a Champions, com direito a  uma goleada de 4 a 0 justamente para o seu ex-clube, o Barcelona.  Nesta quarta-feira (26), ele tem uma boa chance de se redimir e iniciar uma reação. Pela Copa da Liga Inglesa (espécie de Copa do Brasil de lá), enfrenta fora do seu estádio o grande rival, o outro Manchester, United, comandado pelo não menos famoso técnico português José Mourinho. Que também não vai muito bem das pernas, diga-se. É um confronto em que o vencedor respira aliviado. O derrotado, põe as barbas de molho.



Valdomiro Silva LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje