Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 17 de novembro de 2018

Valdomiro Silva

Flu x Bahia, um jogo que promete, no Joia

20 de fevereiro de 2017 | 23h 29
Flu x Bahia, um jogo que promete, no Joia
Dias atrás, escrevi que o Fluminense faria seu primeiro grande teste nesta fase classificatória do Campeonato Baiano ao enfrentar o Vitória da Conquista, no Joia da Princesa. Creio que não foi possível, naquela partida, chegar a uma conclusão definitiva. Ou seja: mesmo vencendo por 1x0, o time feirense não conseguiu convencer plenamente a sua torcida. Alguns até consideraram injusto o resultado e defendiam ao menos um empate para o time conquistense.
 
Pois bem, vamos, nesta quarta-feira, ter mais uma oportunidade de avaliar o potencial do Flu neste Estadual 2017. Outra vez no Joia, mas agora diante de um adversário mais consistente, o Bahia da capital. Encontro de equipes que frequentam o G-4 desde o início do certame. O jogo faz parte da sexta rodada.
 
Invicto após quatro compromissos, com três vitórias e um empate, o Fuminense faz provavelmente seu melhor início de campeonato dos últimos tempos. O jornalista Cristiano Alves, que tem uma boa estatística do Touro do Sertão, pode dar com precisão essa informação. Acredito que há mais de uma década o Flu não começa de forma tão promissora o Estadual.
 
Creio que o vencedor deste confronto garante vaga. O Flu arrancou um empate contra o Flamengo de Guanambi, no Fla-Flu baiano, 1x1, fora de casa. Considerando que atuou com um homem a menos desde o primeiro tempo, o bicampeão baiano pode comemorar o resultado, que poderia ser ainda melhor, caso o time não tivesse perdido uma penalidade máxima.
 
O Bahia da capital venceu o Juazeirense, 2x1, em Pituaçu, com um gol no finalzinho e futebol muito aquem das expectativas de sua torcida, que anda pouco confiante na conquista do título regional este ano. Ou seja: momento por momento, o do Fluminense parece melhor. E jogando em casa, com o apoio da massa verde, vermelha e branca nas arquibancadas, são boas as possibilidades de triunfo.
 
É clássico estadual, o confronto do maior campeão baiano contra o mais tradicional clube do interior. Quaisquer que sejam as circunstâncias, um encontro entre Bahia e Flu de Feira sempre pode reservar surpresas. Em campo, uma rivalidade de mais de meio século. No Sítio Vitória, onde bato a minha pelada de sábado, os amigos Zé Carlos e Diogo resolveram apostar uma panela de galinha caipira. 
 
Diogo apostou no Bahia e deu um gol de frente. Ou seja, ele só fatura a galinha cozida se o time da capital vencer por margem de dois gols de diferença. Disse que o Fluminense não está com o potencial que aparenta com sua invencibilidade. E que o Esquadrão, embora longe de corresponder neste início de temporada, deve vencer fácil. Estudioso do futebol, Zé Carlos me parece estar em vantagem. É um jogo de difícil prognóstico. Muito provavelmente o vencedor, se houver, não terá escore com ampla vantagem.
 
De minha parte,  aguardo ansioso pelo resultado e, mais que isto, pela minha parte da aposta, a que tenho direito como mediador da disputa entre eles: um prato cheio, com direito ao fígado, o que mais aprecio na ave, 


Valdomiro Silva LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje