Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quarta, 14 de novembro de 2018

Valdomiro Silva

Em Juazeiro, Flu de Feira tem “jogo de seis pontos” domingo

03 de março de 2017 | 13h 11
Em Juazeiro, Flu de Feira tem “jogo de seis pontos” domingo

 

Semana passada, especulávamos aqui que o jogo do Fluminense de Feira contra o Bahia, no Joia da Princesa, seria o termômetro para medir as possibilidades do Touro do Sertão no atual campeonato estadual. A partida terminou empatada, em 1x1. Sinceramente, não cheguei a conclusão a que esperava e explico as razões.

A expulsão de um atleta do time da casa, que fez com que o Flu atuasse por boa parte da segunda etapa com um jogador a menos em campo, reduziu sensivelmente as chances de que pudéssemos fazer uma boa avaliação. Considerando o primeiro tempo apenas, quando as equipes estiveram numericamente completas em campo, pode se dizer que ambas decepcionaram aos seus torcedores.

O Bahia não teve personalidade suficiente para se impor, nem mesmo quando contava com um jogador a mais em campo, motivo pelo qual o seu técnico, Guto Ferreira, foi muito criticado. O Fluminense tirou proveito desse comodismo do adversário. Se não exibiu um futebol de boa qualidade técnica, ao menos mostrou perseverança e uma certa raça.

Portanto, deixemos de lado, por ora, essa análise sobre o que o Fluminense pode alcançar neste certame. O mesmo se aplica ao Bahia. Diria que essas duas tradicionais agremiações da competição estadual são uma grande incógnita. Registre-se que o time da capital tem atuado com jogadores reservas, poupando titulares para o Nordestão e Copa do Brasil. Assim, é preciso uma certa dose de compreensão ao rendimento bem abaixo do esperado por parte do tricolor da capital.

Pelo lado do Flu, o time tem escalado sua força máxima, até porque não disputa competições paralelas e, portanto, aposta todas as fichas numa boa classificação no estadual, para poder mirar, na próxima temporada, o Nordestão e também a Copa do Brasil. Ouço torcedores nas ruas. Eles estão confortáveis com a invencibilidade do Touro do Sertão, que já atinge cinco partidas. Mas, conscientes, sabem que o time está longe de empolgar.

Neste domingo, aguardo o jogo do Flu no Adauto Moraes, em Juazeiro, às 16 horas, não para mais uma vez tentar medir o potencial do seu elenco. Desta vez, estarei mesmo é na torcida para que o time feirense arranque, frente a Juazeirense, pelo menos um empate. É concorrente direto a uma das quatro vagas nesta etapa classificatória.

Jogo duro, diga-se. A Juazeirense disputa também a Copa do Nordeste e com a verba de televisão que aquela competição oferece, deve ter a maior folha salarial dos times do interior nesta temporada. O que pode significar  maior investimento, consequentemente um elenco mais qualificado. Embora não esteja bem nos dois torneios, ainda não jogou a toalha, principalmente no Estadual. Esta partida contra o Fluminense é decisiva para as pretensões do “Cancão de Fogo”. Daí a importância deste confronto, um verdadeiro “jogo de seis pontos”. 



Valdomiro Silva LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje