Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 22 de setembro de 2018

Valdomiro Silva

Campeonato Baiano: Três quase garantidos; três lutam por uma vaga

06 de março de 2017 | 22h 27
Campeonato Baiano: Três quase garantidos; três lutam por uma vaga

 

 

Considerando a lógica, que, obviamente, em se tratando de futebol pode perfeitamente ser contrariada, o G-4 do Campeonato Estadual tem dois integrantes definitivos: o Vitória, líder com 18 pontos, e o Bahia, vice-líder, 14 pontos. Nenhum analista ou estatístico do futebol baiano trabalha com hipótese diferente. Pode haver oscilação entre estas equipes, mas é improvável que isto ocorra fora das duas primeiras posições. Restariam, neste contexto, portanto, outras duas vagas.

Invicto, com quatro vitórias e dois empates, 14 pontos ganhos, realizando uma campanha que há muitos anos não se via, o Fluminense de Feira aparece como provável terceiro lugar. Obteve no domingo, fora de casa, uma bela virada contra a Juazeirense, 2x1. A essa altura, não cabe mais o discurso dos pessimistas, de que o Touro do Sertão ainda não tem uma equipe confiável e bla-bla-bla.

Parece-me consolidada a boa fase. O técnico Arnaldo Lira mais uma vez consegue arrancar de um elenco sem estrelas – a exceção do craque Jorge Wagner – um rendimento acima da expectativa. O time tem demonstrado raça, para enfrentar momentos adversos. Contra o Bahia, um homem a menos, o Flu não desistiu do jogo e conseguiu o gol de empate no finalzinho. Em Juazeiro, começou perdendo, mas teve tranquilidade para virar o marcador.

É preciso reconhecer os  méritos do treinador, mas também da diretoria do Fluminense, liderada por Zé Chico, que soube manter a base da boa temporada anterior e luta, com punhal entre os dentes, para superar as dificuldades financeiras e oferecer condições razoáveis aos atletas. O time pode obter uma classificação final melhor que a do ano passado.

Se a dupla Ba-Vi é favorita para as duas primeiras posições, que já ocupam, e o Flu um terceiro lugar, quais equipes estariam lutando por uma última vaga? O Vitória da Conquista, que perdeu em casa para o Bahia, embora merecesse o empate, ocupa esse quarto posto, momentaneamente, com 10 pontos. Mas pode não ter fôlego para garanti-lo até o final. Duas equipes ameaçam tomar-lhe o lugar nas próximas rodadas.

A primeira candidata é a Jacuipense, da vizinha Riachão do Jacuipe. Dois pontos apenas as separam. Mas o representante da região sisaleira tem dois jogos a menos. Isto significa que já na próxima rodada pode atingir 11 pontos, superando o concorrente. Basta vencer, em casa – leia-se Joia da Princesa - o Flamengo de Guanambi, próximo domingo, e atingirá o G-4.

Quem também surge como ameaça ao Conquista é o Bahia de Feira. Após o triunfo por 5x4 diante do Galícia, o Tremendão só volta a campo dia 19, frente ao mesmo Flamengo de Guanambi, também no Joia. Com 7 pontos, o tricolor tem um jogo a menos que o Vitória da Conquista e para alcanca-lo no G-4 basta vencer seu próximo compromisso. Jacobina e Atlântico, com 6 pontos cada, não estão na briga direta por vaga, por enquanto. A maior causa de ambos é fugir do rebaixamento.



Valdomiro Silva LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje