Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 15 de novembro de 2018

Valdomiro Silva

Flu decepciona nos jogos finais, mas saldo do clube no Estadual é positivo

24 de abril de 2017 | 23h 12
Flu decepciona nos jogos finais, mas saldo do clube no Estadual é positivo

 

 

Foi muito ruim, o final de campeonato do Fluminense, com a série de derrotas que começou com o clássico local diante do Bahia de Feira. Foram quatro derrotas seguidas, culminando com a eliminação da final do campeonato. Uma delas, sonora goleada de 6x0 diante de outro arquirival, o Vitória, no Barradão.  Nas semifinais, caiu duas vezes diante do Bahia da capital, uma delas por 3x0 em pleno Joia da Princesa.

Pode se dizer que o Flu, de Arnaldo Lira, decepcionou na reta final do Estadual. Surpresa desagradável, para quem acompanhou o ótimo início de certame, com direito a invencibilidade de quase 10 jogos. Se esperava muito mais da equipe feirense, após a eficiência demonstrada nos primeiros jogos.

Em que pese o fracasso justamente na hora da onça beber água, o que mostrou a realidade - o time não era o que se chegou a imaginar - não se pode deixar de reconhecer os seus méritos. Se a equipe montada por Lira e Zé Chico não correspondeu as expectativas mais otimistas, o terceiro lugar obtido no Campeonato Baiano não é algo a se desprezar, muito pelo contrário.

Afinal, o tricolor feirense retorna, em razão desta campanha, a disputa de uma Copa do Nordeste, o que não é pouca coisa. Essa competição regional, pelo incentivo financeiro aos clubes proporcionado pela Liga organizadora e pela visibilidade em razão das transmissões televisivas, tornou-se muito atraente. A torcida local terá bons jogos, no primeiro semestre de 2018.

Além do Nordestão, ano que vem, a temporada 2017 para o Fluminense reserva ainda a Série D nacional. Este é outro torneio importantíssimo, vez que pode representar acesso a terceira divisão do campeonato brasileiro. Só não foi possível conquistar vaga na Copa do Brasil, que ficou com o Vitória da Conquista, eliminado das finais pelo Vitória e classificado em quarto lugar no Baianão.

Portanto, galera tricolor, se não existe motivo de comemoração, não há lágrimas a derramar. Para um clube que três temporadas atrás amargava a segunda divisão do Estadual, participações garantidasna Copa do Nordeste e na Série D do Brasileiro significam, sim, alguma coisa. Isto posto, é possível concluir que a diretoria do Fluminense, e, porque não, o técnico Arnaldo Lira, tiveram atuações que se não atingiram o ideal da torcida, passaram muito longe de frustra-la, nesta primeira competição do ano. Portanto, estão com o seu crédito renovado. 



Valdomiro Silva LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje