Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, terça, 25 de julho de 2017

Valdomiro Silva

Decisões sem favoritismo absoluto nos estaduais; menos em SP

06 de maio de 2017 | 21h 11
Decisões sem favoritismo absoluto nos estaduais; menos em SP

O domingo é de decisões estaduais, no futebol brasileiro. O Campeonato Baiano, que mais nos interessa, tem a disputa do segundo Ba-Vi. Na Fonte Nova o clássico terminou empatado, em 1x1. E no Barradão, amanhã, quem vencerá? O Vitória, time da casa, atua por um novo empate por qualquer placar. Ao Bahia só o triunfo interessa.

Bahia e Vitória fazem uma sequencia de quatro jogos. Este será o último. Nos três primeiros, uma vitória de cada, mais um empate. Por enquanto, o Esquadrão de Aço está em vantagem, pois eliminou o rival na luta pela final da Copa Nordeste. Vai decidir com o Sport Recife, que passou pelo Santa Cruz. Acho o time pernambucano favorito nessa decisão, mas é assunto para outro dia.

Na disputa doméstica do título baiano, o Vitória, que parecia nocauteado após a derrota por 2x0 que o eliminou da Copa Nordeste, ganhou sobrevida ao empatar com o tricolor logo depois do fiasco, e mais uma vez fora de casa. Amanhã, nos seus domínios e diante da torcida, o rubro-negro pode dar o troco definitivo.

É um confronto que está em aberto. O fato de jogar em casa não dá ao Vitória nenhuma certeza de êxito. O Bahia tem evoluído e mesmo no empate de quarta, na Fonte Nova, não decepcionou a sua torcida. O que se vê são tricolores otimistas de vencer no Barradão e conquistar o título. Não estão equivocados. São boas as possibilidades. Claro que por ter a torcida a seu favor e  a vantagem do empate, o Leão tem uma pequena vantagem.

Em Minas, decisão sem qualquer prognóstico entre o Atlético-MG e Cruzeiro, que empataram em 0x0 a primeira partida. O Galo é mais forte e vem embalado após golear fora de casa, pela Libertadores.

No Rio, o Flamengo venceu o primeiro duelo, 1x0, mas esta é outra decisão sem favoritismo. Semelhante ao Atlético de Minas, o rubro-negro carioca parece mais “afiado” por estar disputando a competição sulamericana.

Na decisão de São Paulo, quase não existe mais dúvida: o Corinthians é favorito absoluto, após golear a Ponte Preta no domingo passado por 3x0, no Moisés Lucarelli. Só um milagre. E logo dessa vez que o time de Campinas apresenta o mais bonito futebol no estado e tinha tudo para ser bem sucedido. O jogo será na Arena Corinthians. Pelo visto, ainda não vai ser dessa vez que a mais que centenária Macaca conquistará um Paulistão. O que é uma injustiça, por toda sua tradição. Afinal, em São Paulo, várias equipes bem menores que a Ponte já foram campeãs estaduais. Uma pena.



Valdomiro Silva LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje