Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 22 de setembro de 2018

Geral

Bolsa Família atende no São João do Cazumbá

29 de janeiro de 2015 | 09h 36
Bolsa Família atende no São João do Cazumbá
O programa Bolsa Família passa a atender os beneficiados também em suas respectivas comunidades, tanto na zona urbana quanto rural. A oferta do serviço móvel está sendo possível através de iniciativa do Governo Municipal, que lançou nesta quarta-feira, 28, o serviço móvel instalado em um micro-ônibus.
 
Com uma média de 2.300 famílias cadastradas para receber o benefício social, o bairro São João do Cazumbá, situado vizinho ao Centro Industrial do Subaé (CIS), foi o primeiro a contar com o serviço itinerante.
 
Durante a oferta do serviço, dezenas de famílias compareceram para realizar o recadastramento, fazer novo cadastramento ou agendamento, além de tirar No micro-ônibus estão instaladas quatro mesas com note books para atendimento simultâneo, em sala climatizada. Já na parte da frente, poltronas confortáveis para as pessoas que aguardam atendimento.
 
O veículo ainda dispõe de um toldo móvel instalado em uma das laterais, onde são colocadas mesas e cadeiras para atendimento da clientela por assistentes sociais.
 
O serviço foi lançado pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho, que esteve no bairro pela manhã, acompanhado dos secretários de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira; de Saúde, Denise Mascarenhas; de Governo, Paulo Aquino; e de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos, Mauro Moraes.
 
José Ronaldo anunciou que a segunda comunidade a ser contemplada com a visita do micro-ônibus do programa Bolsa Família será o bairro Lagoa do Subaé, por concentrar grande número de famílias assistidas pelo programa. “Com esta iniciativa, estamos levando os serviços até as pessoas, para que elas não tenham que se deslocar até o centro da cidade, economizando assim tempo e dinheiro”, revelou.
 
Já o secretário Ildes Ferreira observou a importância da iniciativa ao modernizar e descentralizar o atendimento ao público do programa social. “Hoje, na cidade, com 6125 mil habitantes, temos 82 mil pessoas cadastradas no NIS. E com a oferta também do atendimento descentralizado estamos desafogando o serviço”, explica.
 
Ildes Ferreira informa ainda que na próxima semana será realizada uma reunião com a direção do programa Bolsa Família na cidade e com coordenadores dos CRAS (Centros de Referência em Assistência Social) visando definir um calendário para visitas do micro-ônibus do programa Bolsa Família.


Geral LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje