Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 20 de setembro de 2018

Câmara Municipal

Vereador diz que Dom Pedro é uma caixa preta; diretora rebate

Roberta Costa - 30 de agosto de 2017 | 11h 04
Vereador diz que Dom Pedro é uma caixa preta; diretora rebate
Foto: Reprodução
O vereador Pablo Roberto (PHS), afirmou ontem (29), na Câmara Municipal que o Hospital Geral Dom Pedro de Alcântara (HDPA), é uma “caixa preta” que precisa ser desvendada.
 
A afirmação veio após uma reclamação do vereador Lulinha (DEM), sobre problemas na regulação de saúde do município.
 
“Na Legislatura passada fiz críticas em relação ao Dom Pedro, que deixou de cumprir sua missão social. Eles fizeram uma escolha, atender as demandas que dão retorno financeiro. Não discordo disso, mas não podemos deixar de assistir a população que mais precisa. O Dom Pedro precisa colocar de forma clara os serviços que oferta, valores cobrados, o que é feito pelo SUS (Sistema Único de Saúde), o que é privado”.
Após as denúncias, o líder da Comissão de Saúde e Desporto da Casa, Cadmiel Pereira (PSC), ligou e marcou uma reunião com Sandra Peggi, diretora da Santa Casa de Misericórdia, que é mantenedora do Dom Pedro. 
 
Durante o encontro, que aconteceu na tarde de ontem, Sandra afirmou que a unidade hospitalar não é pública.
 
“É uma instituição filantrópica, de direito privado e sem fins lucrativos aspas. Ela acrescentou que, por atender a prestação anual de serviços ao SUS, o Hospital Dom Pedro teve renovado o Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social, que é concedido pelo Ministério da Saúde e cuja validade é até março de 2020. Os nossos leitos estão sempre cheios. A dificuldade por vagas não é um problema apenas de Feira de Santana, mas de todo o país. O hospital destina 80% dos leitos para o SUS”, concluiu.


Câmara Municipal LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje