Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sexta, 07 de agosto de 2020

Economia

Voo para Campinas é cancelado e ligação volta a ser Feira-BH

13 de maio de 2015 | 16h 18

Sem justificar o fim da ligação com Campinas, Azul diz que pretende implantar voos noturnos

Voo para Campinas é cancelado e ligação volta a ser Feira-BH
No voo inaugural de fevereiro, uma baiana recebeu quem chegou de Campinas

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras comunicou oficialmente hoje à imprensa que vai deixar de operar o voo para Campinas a partir de Feira de Santana. A empresa voltará a oferecer conexão para Belo Horizonte. A mudança ocorre em menos de um mês, a partir de 8 de junho.

Os voos continuam a ser de segunda a sexta-feira. O horário muda. 

A partir da segunda semana de junho, o avião sairá do aeroporto de Confins, em Belo Horizonte às 13:40, chegando a Feira 15:25, decolando de volta à capital mineira meia hora depois (15:55) e com pouso previsto às 17:40.

De Campinas, o avião chegava 14:32 e decolava 15:02, chegando ao destino 17:26.

Outra diferença é que serão 12 assentos a mais. O modelo de aeronave Embraer 190, que operava para São Paulo tinha 106 assentos. Para BH, o voo será num Embraer 195, com 118 assentos.

PROMESSAS

No comunicado, a Azul não justifica a mudança, mas diz que “tem total interesse em reestabelecer a conexão com Viracopos”. Este voo passou a funcionar em 02 de fevereiro, inaugurado com pompa, com a presença do governador Rui Costa.

A ligação com São Paulo era uma reivindicação da classe empresarial feirense. No mesmo dia do voo inaugural uma comitiva saiu da cidade levando empresários, prefeito e presidente da Câmara, para encontrar o presidente da Azul, o baiano Antonoaldo Neves, a quem foi entregue um documento com algumas reivindicações. 

Quando o aeroporto foi inaugurado em setembro, às vésperas da eleição, os voos eram para Salvador e também Belo Horizonte (este com escala em Vitória da Conquista). A partir da operação para Campinas, estes voos foram cancelados.

No comunicado, a Azul afirma que “está sempre estudando e reavaliando sua malha de voos e destinos e atenta aos movimentos do mercado”. Ao mesmo tempo “reafirma o compromisso com Feira de Santana” e diz que com a instalação de equipamentos que permitam a operação noturna “será possível colocar horários e rotas ainda mais convenientes”.



Economia LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje