Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, segunda, 16 de outubro de 2017

César Oliveira

Sérgio Carneiro dinamiza intervenções no Meio Ambiente

César Oliveira - 27 de setembro de 2017 | 16h 20
Sérgio Carneiro dinamiza intervenções no Meio Ambiente
Capa do projeto de delimitação da lagoa Subaé
O Meio Ambiente sempre foi um ofício de abnegados, em Feira, mais do que uma política de governo. Sucessivos prefeitos pouco fizeram, ou foram indiferentes, ao implacável avanço do setor imobiliário sobre os recursos naturais. Foi assim que muitas lagoas foram devastadas, sob a omissão, ou o faz de conta de pareceres pagos pelos interessados para dizerem que as lagoas não eram lagoas.
 
Recentemente, nos arquivos da Tribuna, encontrei uma cópia do levantamento cadastral da área da Lagoa do Subaé, feito pelo Engenheiro Gerinaldo Costa, em 2001, fruto de um convênio entre a Centro Industrial do Subaé e a UEFS, originado do Fórum em Defesa do Subaé, mostrando que sempre estivemos aquém do necessário e que falta de delimitação não era o problema.
 
Verdade que tivemos a monumental preservação da Lagoa Grande, obra do governo do Estado, mas que segue com urbanização arrastada e esgotamento sanitário pífio, com promessa que não tem andado, apesar do esforço do deputado Zé Neto. E seu entorno segue sem definição de perfil de ocupação ou intervenção urbanística que otimize seu potencial, emperrado na disputa entre Prefeitura e Estado.
 
O Secretário de Meio Ambiente,  Sérgio Carneiro, no entanto, assumiu o cargo com disposição para mudar a eterna leniência do poder público, investindo em educação ambiental, e criando a excelente UNAMACS- Universidade Aberta de Meio Ambiente e Cidadania Sustentável, com uma série de excelentes cursos que vão desde a Extensão em Direito Ambiental a Oficina de Minhocário, Licenciamento Ambiental, Capacitação em Resíduos Sólidos, entre outros. Sem dúvida que deu um passo a frente ao conseguir o apoio de Ronaldo para esta ideia, afinal, a formação de pessoas, o fornecimento de conhecimento e instrumentos de preservação é a maneira mais viável de fortalecer e preservar nossos recursos ambientais.
 
Ao mesmo tempo o Secretário anunciou, com o prefeito, que vai iniciar ações que delimitam nossas lagoas com a construção de ciclovias em seu entorno, que garantem lazer, mas, sobretudo, tenta impedir a exploração de aventureiros e aproveitadores que implacavelmente as vão invadindo, como se isso não tivesse nenhum preço a cobrar no futuro.
 
Nós que sempre fizemos do Meio Ambiente uma pauta permanente do Tribuna parabenizamos o Secretário pelas iniciativas e estaremos acompanhando sua concretização. 


César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje