Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 16 de dezembro de 2017

César Oliveira

Exclusivo: Cuba celebra com indiferença um ano da morte de Fidel

25 de novembro de 2017 | 22h 32
Exclusivo: Cuba celebra com indiferença um ano da morte de Fidel
Outdoor em Cuba anuncia às eleições gerais.

Um ano da morte de Fidel; sem grandes eventos. O dia foi normal para a difícil vida dos cubanos. Não houve feriado e aconteceram apenas pequenos eventos localizados. Às vésperas das eleições que irão definir os próximos 600 representantes do povo, escolhidos por uma Comissão Eleitoral (300 indicados pela Comissão e 300 entre os 15 mil filiados do partido), Cuba segue com o seu futuro incerto. Serão 600 candidatos para 600 vagas.

O eleitor apenas referenda os candidatos indicados em um simulacro de eleição democrática, como anunciam os outdoor. "Não se conhece o pensamento dos candidatos, apenas os detalhes revelados da biografia de cada um", nos conta Reinaldo Escobar, marido de Yoani Sanchez, entrevistada hoje com exclusividade para a Tribuna Feirense.

O próximo ano deverá ser o último de Raul Castro (atual líder cubano eirmão mais jovem de Fidel Castro) no poder e todos estes movimentos ganham ainda mais importância no complicado xadrez político da sucessão cubana. Raul deverá continuar como Secretário Geral do partido, o verdadeiro cargo com poder, nos alerta Reinaldo, podendo demitir o Presidente, se desejar.

A entrevista completa e as últimas impressões em Cuba, publicaremos em nosso retorno .



César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje