Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 23 de junho de 2018

César Oliveira

Previdência, mordomias e contrapartidas

Cesar Oliveira - 10 de janeiro de 2018 | 15h 08
Previdência, mordomias e contrapartidas
Evidente que apesar das informações contraditórias a maioria entende que não é mais possível manter a diferença de idade em 5 anos, entre homens e mulheres, para aposentadoria, nem o mesmo limite de idade, nem tampouco a absurda diferença entre a Previdência pública e privada, ainda que os novos critérios mereçam ser discutidos  até obter-se um consenso.
 
O que revolta e causa resistência é que não vemos NENHUM esforço de austeridade no Legislativo, Judiciário e Executivo, que gastam como se não houvesse amanhã, luxam e tem mordomias absurdas, sem nenhum pudor ( nem sequer no Judiciário ) .
 
Não se nota nenhum projeto, nenhum ajuste por parte destes poderes, no sentido de mostrar-se solidário com a Sociedade. Ao contrário, buscam cada vez mais vantagens, auxílios indecentes, burlas à lei que limitam seus ganhos ( até no Judiciário que deveria ter um senso ético mais profundo) , mesmo já tendo remunerações e períodos de férias que sequer sonham qualquer trabalhador brasileiro.
 
Temer não pode exigir que os brasileiros façam qualquer esforço para entender a reforma se não enxergam nos seus dirigentes NENHUM exemplo.
 
Assim, não dá pra negociar.


César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje