Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sexta, 21 de setembro de 2018

Cultura

Matrícula para oficinas culturais do Programa Arte de Viver encerra dia 22

17 de janeiro de 2018 | 08h 00
Matrícula para oficinas culturais do Programa Arte de Viver encerra dia 22
Foto: Divulgação / Secom
Foram mais de 3 mil inscrições nas 20 oficinas gratuitas de arte-educação, para um total de aproximadamente 2.500 vagas. Os interessados, que foram selecionados, tem até o dia 22, próxima segunda-feira, para fazer a matrícula. As informações são referentes ao programa Arte de Viver, iniciativa da Prefeitura de Feira de Santana, através da Fundação Egberto Costa.
 
A relação dos selecionados pode ser vista na internet bastando acessar o link https://goo.gl/r77Cju. Quem não comparecer e apresentar a documentação exigida no prazo estabelecido perde o direito a vaga.
 
As oficinas, nas mais diversas atividades culturais, serão realizadas no primeiro semestre de 2018, no Centro de Cultura Maestro Miro e nos três CEU’s (Centros de Artes e Esportes Unificados) localizados nos bairros Cidade Nova, Aviário e Jardim Acácia.
 
Os inscritos selecionados podem efetuar a matrícula no próprio Centro de Cultura Maestro Miro, das 8h ao meio dia e das 14 ás 18h. É necessário levar a via original do RG, CPF e comprovante de residência. O telefone do Maestro Miro, para contato, é o 75 3614 8410. Se você não sabe como chegar ao equipamento, click aqui e trace sua rota: https://goo.gl/8ssVkV
 
O Programa Arte de Viver, realizado pelo Município através da Fundação Egberto Costa (Funtitec), saltou de cerca de 600 inscritos para mais de três mil. “Estamos em crescimento e com praticamente nossa capacidade esgotada”, diz o Diretor de Atividades Artísticas da Funtitec, Luiz Augusto Oliveira (foto). Segundo ele a intenção é, futuramente, expandir o número de vagas e locais de realização do Arte de Viver.
 
Claudia Souza, não deixou para ultima hora e já se matriculou na oficina de Dança do Ventre. A escolha da oficina foi por causa de um equívoco na hora da inscrição. “Eu queria fazer a oficina de violino mas minha irmã, que foi quem me inscreveu, acabou selecionando a opção de Dança do Ventre. Mas eu vou enfrentar esse desafio!”, contou.
 
Para Luciene Miranda, se matricular na oficina é a realização de um sonho. “Eu acho um luxo os movimentos e os acessórios utilizados. Eu sou apaixonada. Eu nunca tive a oportunidade de fazer mas sempre tive vontade”. E ainda deixou um recado para Cláudia, sua nova colega de turma. “Com certeza ela vai adorar, é mágico”, apostou.


Cultura LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje