Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 15 de novembro de 2018

Esporte

Eleição da FBF pode ser suspensa por liminar

02 de abril de 2018 | 12h 58
Eleição da FBF pode ser suspensa por liminar
Foto: Reprodução

eleição para a presidência e vice-presidência da Federação Bahiana de Futebol (FBF) pode não acontecer nesta terça-feira (3). Após a marcação da data pelo atual presidente Ednaldo Rodrigues, uma liminar poderá ser concedida pela Justiça para suspender a votação.
 
A ação foi proposta pelo advogado Ademir Ismerim, pré-candidato à presidência da entidade, e pela Liga Desportiva de Quixabeira, filiada à FBF. Ambos não aceitaram as irregularidades cometidas no processo por Ednaldo Rodrigues, que visa seu benefício próprio ou de um possível candidato seu para o cargo.
 
Foram citados na ação a própria FBF e seu mandatário. Há a alegação de que o único dia útil entre a última publicação do edital, em 28 de março, e a eleição é esta segunda-feira (2), já que a última sexta (3) foi feriado em todo o país. O prazo para registro de candidaturas é de até cinco dias antes da eleição.
 
Ismerim e a Liga alegam que a convocação da eleição durante o feriado deu-se de forma premeditada, com a intenção de impedir um processo democrático. Ednaldo Rodrigues nunca havia enfrentado um adversário nas eleições da entidade e tem Ismerim como seu primeiro candidato opositor nestes 16 anos de mandato.
 
Os requerentes também alegam que, para ser inscrita, uma chapa precisa de 20% do colégio eleitoral e ser apresentada em até cinco das antes da eleição. O prazo, portanto, se encerraria no dia 29 de março, dia em que não teve expediente no Poder Judiciário, por conta do feriado de semana santa.
 
Para piorar, surpreendentemente, a Liga de Quixabeira foi retirada da relação de aptas a votar no dia 28 de março. Mas, em dezembro de 2017, ela constava na relação das Ligas Filiadas no site da FBF, estado apta a participar da assembleia de reforma do estatuto da entidade.
 
Na ação, Ismerim e a Liga de Quixabeira ainda comprovam as manobras de Ednaldo Rodrigues para impedir candidatura contrária à sua e alegam que a manutenção da eleição é um grave risco e lesão irreparável para os autores e para a coletividade em geral pela iminência da eleição viciada.
 
O processo foi distribuído para a 6ª Vara Cível de Salvador. A expectativa é de que o juiz responsável anuncie a qualquer momento sua decisão sobre a liminar.

FONTE: Bocão News



Esporte LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje