Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quarta, 26 de setembro de 2018

César Oliveira

Neto e a ressaca da oposicão

César Oliveira - 11 de abril de 2018 | 21h 41
Neto e a ressaca da oposicão

Evidente que até as pedras do Pelourinho sabem que AMC Neto não desistiu da candidatura ao governo por amor ao povo de Salvador, afinal, nenhuma pesquisa nova foi feita à meia-noite do dia anterior quando ele ainda alimentava a ideia de que seria candidato.

Talvez nunca saibamos quais as reais condições objetivas para campanha lhe faltaram para que ele optasse pela segurança do mandato de prefeito ao invés da feroz batalha contra o governador Rui Costa. De qualquer modo, sua escolha foi um tsunami eleitoral. Não são poucos os partidários, prefeitos, lideranças, que escolheram não marchar ao lado do governo do PT, sabendo que contariam com um candidato competitivo, e que repentinamente viram-se sem abrigo, afinal, o sucessor indicado não têm a mesma liderança estadual, vitrine, família e mídia que ele tinha.  

Para complicar, Neto, ao sair, não negociou a sucessão, permitindo que antigos aliados lançassem mais duas candidaturas, ao governo, incluindo aí o PSDB, de João Gualberto, completando a cereja do bolo do desastrado movimento. A missão foi dada a José Ronaldo, experimentado político, de Feira, e que tem uma obra significativa a ser mostrada. A ele caberá, além de enfrentar Rui, reconstruir a aliança de partidos- que sabem que não irão longe isoladamente-, o que demanda acordos e esforço extra.

         É certo que a Lava-Jato ainda pode fazer estragos na política baiana, e alterar todos os prognósticos, mas Rui Costa sai na frente. Trabalha, com todo poder gravitacional do Estado, enquanto os adversários ainda se aquecem para entrar em campo.  Neto, evidente, pagará o preço da desconfiança no futuro. Sobre vitórias e derrotas faria bem  ler as 1000 páginas da biografia de Churchill. Seria inspirador.



César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje