Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, terça, 18 de setembro de 2018

César Oliveira

Gilmar Mendes liberta 15 acusados em 15 dias.

Cesar Oliveira - 02 de junho de 2018 | 13h 48
Gilmar Mendes liberta 15 acusados em 15 dias.
Gilmar Mendes, do STF

Nunca antes na história desse país houve um ministro do Supremo Tribunal Federal, como Gilmar Mendes. Nestes últimos 15, em desempenho olímpico, ele passou a deferir pedidos de habeas corpus em ritmo de piloto de Fórmula 1, concedendo 15 alvarás de soltura.  No derradeiro deles, libertou Orlando Diniz, ex-presidente da Federação do Comércio do Rio de Janeiro, acusado de meter a mão grande em R$ 10,7 milhões, em verbas públicas.

 Na lista vem Paulo Preto, apontado como operador de propinas do PSDB paulista, levou dois, logo, como brinde, um, horas após ele ser preso. Consta, ainda, o ex-secretário estadual de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro, Cesar Rubens Monteiro de Carvalho, o doleiro Sérgio Roberto Pinto da Silva, Hudson Braga, secretário de Obras do serial criminoso, Sérgio Cabral, ex-governador do Rio; Carlos Miranda, operador de Cabral; Milton Lyra, lobista ligado ao MDB. E ainda teve para Marcelo Sereno, ex-secretário nacional de comunicação do PT; Adeilson Ribeiro Telles, do Postalis; Carlos Alberto Valadares Pereira, ex-membro do Conselho de Administração do Serpros, fundo de pensão do Serpro; e Ricardo Siqueira Rodrigues, operador financeiro. Já com a mão na massa botou na rua o empresário Sandro Alex Lahmann e do delegado Marcelo Luiz Santos Martins.

Como se pode ver, Gilmar, não se fez de rogado e libertou bandido de todos os naipes e matizes. O quadro se agrava quando se sabe que, Orlando Diniz, da Fecomércio, é um dos doadores do Instituto de Ensino, de Gilmar, mas nem assim ele se declarou impedido. Aliás, parece que limites éticos não fazem parte do código do Ministro que já libertou outros presos, do Rio, até quando foi padrinho de casamento da filha do réu, como Jacob Barata.

Não é possível, que todos os juízes da primeira instância tenham errado nessas detenções. Gilmar está apenas exercendo sua soberba e seu poder. O Ministro recebeu um das mais duras criticas já vistas em um Tribunal, por parte do Ministro Barroso que disse: Me deixa de fora do seu mau sentimento. Você é uma pessoa horrível. Uma mistura do mal com atraso e pitadas de psicopatia.

Ao que parece, Gilmar, quer dar razão ao outro.



César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje