Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sexta, 21 de setembro de 2018

César Oliveira

O amargo despertar de Lídice da Mata

César Oliveira - 24 de junho de 2018 | 21h 15
O amargo despertar de Lídice da Mata
Foto: Mateus Pereira ( jornal Grande Bahia)

Senadora de longa trajetória na política, sempre ligada a partidos de esquerda, ex-prefeita de Salvador, Lídice da Mata, sempre teve uma postura coerente com suas posições ideológicas, ainda que suas escolhas possam ser questionadas. Aliada histórica, Lídice,  acaba de ser descartada pelo governador Rui Costa, na composição da chapa ao Senado, em troca de uma vaga para os novos aliados, como Coronel, presidente da Assembleia Legislativa e da cota de Otto Alencar.

É a "real politick" ou o pragmatismo eleitoral. Nestes tempos de empoderamento feminino o governador optou por tirar a única mulher da chapa, afinal,  tem o direito de escolha. Como efeito colateral faz Lídice provar do mais implacável remédio do poder: ser sugada e depois descartada. 

Será amargo seu despertar. 



César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje