Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sexta, 20 de julho de 2018

Valdomiro Silva

Quem quer que seja o adversário, o favoritismo na decisão da Copa é da França

10 de julho de 2018 | 20h 56
Quem quer que seja o adversário, o favoritismo na decisão da Copa é da França

Se previa um jogo equilibrado, ofensivo e de alto nível. França 1x0 Bélgica, primeira partida semifinal da Copa do Mundo, foi, sim, ofensiva e de alto nível sim, mas não exatamente parelha. Os franceses, com seu supertime, foram bem superiores e o placar mínimo em seu favor poderia ter sido mais dilatado. Os belgas, que tem  três extraordinários jogadores de frente, mas não muito mais, haviam se classificado por algum mérito mas sobretudo por muita sorte, contra o Brasil. Não ameaçaram a França em momento algum.

Todos concordam que, frustrações à parte, Neymar à parte, o Brasil jogou melhor que a Bélgica aquela decisão de quartas de final. Levou um injusto 2x1 mas o placar bem poderia ter sido um 3x2 para a seleção de Tite, pelo que produziu de ataques, especialmente no segundo tempo – não por acaso o melhor jogador da partida foi o goleiro belga Curtois, Cortuis, sei lá.

Não serve de consolo, óbvio, mas precisa ser dito: o Brasil teria sido um adversário bem mais difícil para a França.  A Bélgica não foi uma presa fácil, mas bem menos complicada do que se esperava. O jogo não foi monótono, longe disso, mas longe do eletrizante que imaginou-se.

E por mais que saibamos do imprevisível, do imponderável, que vez por outra se manifesta no futebol, me atrevo a arriscar que esta pode ter sido uma final antecipada da Copa. Inglaterra e Croácia, duas boas seleções – nenhuma delas excepcional - que fazem a outra semifinal nesta quarta-feira, 11 de julho, parecem ter chances remotas numa final contra os franceses. Não há dúvida de seu favoritismo no próximo domingo, quem quer que venha a ser o adversário.

Com três finais nas seis últimas copas, a França, campeã de 1998, em seu país, até aqui merece o título. Indiscutível.

 



Valdomiro Silva LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje