Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, terça, 25 de setembro de 2018

César Oliveira

Debate de presidenciáveis deixa Bolsonaro em evidência mais uma vez

Cesar Oliveira - 18 de agosto de 2018 | 19h 34
Debate de presidenciáveis deixa Bolsonaro em evidência mais uma vez

O debate da Rede Tv foi melhor do que o da Band porque foi mais flexível, menos engessado, embora o tempo das respostas seja, ainda, muito curto. 

Meireles tem uma nítida dificuldade de comunicação, de voz, de conjunto, que impede a empatia com o telespectador. Há uma sensação de que ninguém está levando a sério.  Tem  competência economica testada, mas foi cúmplice dos governo Lula, Dilma e Temer

Álvaro Dias parece distante, sem emoção, e não transmite ser de carne e osso. Falta entusiasmo,  realidade.

Marina tem uma pauta de vítima eterna e certo ar etéreo, mas teve um grande momento ao acaso, quando confrontou Bolsonaro de forma firme e incisiva, embora fugindo da pergunta que lhe foi feita.

Decioolo é um louco, em surto.

Ciro, tem o discurso  fácil, com ar de soberba habitual e umas ideias delirantes. Boulos tem a falta de coerência implícita e finge não ser da esquerda que dilapidou o país. Tomou uma invertida de Alckmin.  Alckmin, por sua vez, tem experiência, argumento, mas não explicou as péssimas companhias que escolheu para lotear o governo.  Vale ressaltar, no entanto, que os três sabem debater e tem agilidade de pensamento- goste-se ou não da pauta de cada um-, bem acima dos demais.

Bolsonaro é vazio de conteúdo, tem dificuldade de articular pensamento, chegando a ser constrangedor o despreparo, e sai repetindo chavões, colando pesca na mão para fazer uma pergunta. Se exposto, apela, mas foi quem faturou a exposição. 

É o que temos...



César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje