Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 17 de novembro de 2018

Brasil

Preguiça Gigante de Jacobina pode ter sido consumida em incêndio no Museu Nacional

03 de setembro de 2018 | 08h 52
Preguiça Gigante de Jacobina pode ter sido consumida em incêndio no Museu Nacional
Foto: Reprodução / Blog Geografia do Piemonte da Diamantina

O fogo que consumiu o interior do Museu Nacional no Rio de Janeiro na noite deste domingo (2) pode ter destruído um achado de Jacobina, município baiano do Piemonte da Diamantina. A Preguiça Gigante de Jacobina, como é conhecida, é um dos cerca de 3 milhões de itens abrigados no local. O Museu Nacional é a instituição científica mais antiga do Brasil e com maior acervo da América Latina.

 

O fóssil da Preguiça Gigante foi descoberto entre os anos 1960 e 1970. Segundo o Blog Geografia do Piemonte da Diamantina, a Eremotherium [nome científico da Preguiça] foi encontrada na Gruta da Onça, no Distrito de Caatinga do Moura, em Jacobina. A estimativa é que quando viva, a Preguiça teria comprimento de cerca de 6 metros do focinho à extremidade da cauda, com 4 metros de altura e  entre 4 e 5 toneladas de peso.

FONTE: Bahia Notícias



Brasil LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje