Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quarta, 21 de novembro de 2018

Segurança

Polícia detalha prisão suspeito de envolvimento em 150 homicídios e um dos cinco mais procurados na Bahia

03 de setembro de 2018 | 15h 56
Polícia detalha prisão suspeito de envolvimento em 150 homicídios e um dos cinco mais procurados na Bahia
Foto: Reprodução
Um dos cinco mais procurados da Bahia foi preso sem apresentar resistência no sábado (2), em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco. As polícias Civil e Militar pernambucanas afirmaram, nesta segunda (3), que Willians Alves de Sousa Filho, suspeito de cometer pelo menos 150 homicídios, estava desarmado e saindo da casa em que morava no momento da prisão.
 
"Havíamos recebido informações da Polícia do Espírito Santo sobre a vinda dele a Pernambuco porque a mulher dele tem família aqui. Montamos uma operação que acompanhou a rotina dele ao longo de cinco dias. Ele estava de bermuda, saindo de casa quando foi detido", conta o tenente-coronel Leonardo Cosme, da PM, que participou da operação.
 
Apontado como um dos responsáveis pelo roubo de R$400 mil de um carro-forte em um shopping em Vila Velha, no Espírito Santo, o criminoso, conhecido como Nem Bomba, tem os homicídios que cometeu ligados ao tráfico, segundo a Polícia Civil de Pernambuco.
 
A mulher do homem, Jaqueline dos Santos Alves, de 24 anos, também foi presa por tráfico de drogas no momento da abordagem. Com o casal, foram apreendidos quatro celulares, cartões de crédito e uma Carteira Nacional de Habilitação de uma terceira pessoa.
 
Além dos homicídios e do roubo, ele também foi preso pelo crime de falsifade ideológica, segundo a Polícia Civil.
 
"Ele usava o nome Willian Santos Alves, falso, e estava trabalhando como motorista de aplicativo desde que chegou em Vitória, há dois meses", detalha o delegado Hallyson Pontes, responsável pelo caso.
 
Depois de uma audiência de custódia, Willians Alves de Sousa Filho e Jaqueline dos Santos Alves foram encaminhados ao Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife, e para a Colônia Penal Feminina do Recife, respectivamente.

FONTE: G1



Segurança LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje