Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 23 de setembro de 2018

Política

Mais de 126 mil mesários devem trabalhar no 1º turno das eleições 2018 na Bahia

11 de setembro de 2018 | 15h 35
Mais de 126 mil mesários devem trabalhar no 1º turno das eleições 2018 na Bahia
Foto: Reprodução
O 1º turno das eleições 2018 na Bahia vai contar com 126.004 mesários, distribuídos entre as 205 zonas eleitorais do estado. Desse total, 19.188 vão atuar em Salvador.
 
Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cerca de 50% do total de mesários são voluntários. Ainda não há previsão de quantas pessoas devem trabalhar no 2º turno.
 
Os principais requisitos para ser mesário é estar em dia com a Justiça Federal e ter completado 18 anos até o 1º turno das eleições.
 
Parentes de candidatos de até segundo grau, bem como cônjuges, não podem exercer a função. Integrantes de diretórios de partidos políticos que exerçam função executiva e autoridades, e agentes policiais também não podem ser eleitos mesários.
 
Preenchendo os requisitos, o interessado pode se voluntariar pelo programa "Mesário Voluntário", no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da sua cidade. No TRE-BA é possível fazer o processo pela internet. Para as eleições deste ano, os mesários foram convocados até 8 de agosto.
 
Com base em uma portaria do TSE, publicada em fevereiro de 2017, cada um recebe um auxílio-alimentação por turno trabalhado. O valor é determinado por cada estado, obedecendo o teto máximo de R$ 35. O TRE-BA não soube informar o valor oferecido no estado.
 
Benefícios de ser mesário:
 
Dois dias de folga para cada dia trabalhado como mesário;
Dois dias de folga para cada dia de treinamento oferecido pela Justiça Eleitoral;
Certificado dos serviços prestados à Justiça Eleitoral;
Auxílio-alimentação de até R$ 35;
Preferência no desempate em concursos públicos, quando previsto em edital;
Utilização das horas trabalhadas nas eleições como atividade curricular complementar em algumas universidades.


Política LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje