Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quarta, 14 de novembro de 2018

Política

Militares pedem aumento em troca de apoio a mudanças na Previdência

09 de novembro de 2018 | 10h 33
Militares pedem aumento em troca de apoio a mudanças na Previdência
Foto: Divulgação

Para manifestar apoio a mudanças na reforma da Previdência, a cúpula das Forças Armadas fez uma proposta ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e ao anunciado Ministro da economia, para pedir um reajuste salarial para militares de alta patente. A medida refletiria em um aumento em larga escala dos vencimentos.

A proposta foi apresentada durante reunião de Bolsonaro no Ministério da Defesa e nos comandos das Forças Armadas. Os militares condicionaram o apoio às pautas da Previdência ao reajuste dos salários dos generais.

A proposta de reforma da Previdência dos militares, manifestada a Bolsonaro e Guedes, contempla os seguintes pontos: 1) ampliação do prazo de permanência dos militares na ativa — e, portanto, de contribuição — de 30 para 35 anos; 2) idade mínima para aposentadoria de 55 anos, para homens e mulheres; e 3) contribuição a ser paga também por cabos, soldados, alunos das escolas de formação militar e pensionistas.

Por outro lado, num mesmo projeto de lei que trate de eventual reforma da Previdência, a cúpula das Forças pede a especificação de aumento de salários aos generais de mais alto posto, com equiparação à remuneração de um ministro do Superior Tribunal Militar (STM).

O general Heleno e indicado a Ministro da Defesa já havia ressaltado que os militares não deveriam ter o mesmo tratamento que as demais profissões. “É uma profissão totalmente diferente”, disse ele na ocasião.

FONTE: Bahia.ba



Política LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje