Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sexta, 23 de agosto de 2019

César Oliveira

O erro da Embaixada do hambúrguer

César Oliveira - 19 de julho de 2019 | 16h 17
O erro da Embaixada do hambúrguer

Há sempre alguém para justificar erros de dirigentes políticos sejam eles quais forem. Foi assim no passado, é assim no presente. A nomeação de Eduardo Bolsonaro para Embaixador nos Estados Unidos, é uma delas.

Mesmo relevando-se a piada de ter fritado hambúrguer, a falta de experiência no ramo, a quebra da meritrocracia, mesmo não sendo nepotismo, e estando o Instituto Rio Branco, aparelhado, ainda assim a nomeação é um erro, independente de qualquer razão.

Em um país que está tentando reduzir a maldição do patrimonialismo, Bolsonaro tenta fazer uma  nomeação que nada acrescenta, servindo apenas para dar discurso a oposição- esfacelada pela corrupção-, e trazendo de volta o fantasma da ocupação de cargo por indicação filial ( e Bolsonaro não poderá dizer mais nada sobre isso).

Além disso, é absolutamente inoportuno o momento, pois, fragiliza o governo no instante em que tenta aprovar no Congresso a Reforma da Previdência e outras medidas. Bolsonaro escolheu o pior modelo para resolver seus traumas familiares. 

Caso Bolsonaro filho quissesse ajudar o pai, deveria recusar o cargo; não recusando, o Congresso deveria fazer o que tem de ser feito: não aprovar a nomeação.



César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje