Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quarta, 18 de setembro de 2019

Geral

Motoristas de ônibus retornam ao trabalho, após paralisação pela manhã

04 de setembro de 2019 | 15h 59
Motoristas de ônibus retornam ao trabalho, após paralisação pela manhã
Foto: Reprodução
O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Alberto Nery, anunciou agora há pouco que os motoristas e cobradores que atuam no transporte coletivo retornam ao trabalho esta tarde.
 
A categoria suspendeu as atividades pela manhã alegando uma liminar do Tribunal de Justiça da Bahia que permite a motoristas de vans não licitados operar em dezenas de linhas, urbanas e rurais do município.
 
Os rodoviários temem que a permissão de que dezenas de vans operem em itinerários licitados e, portanto, com cobertura legal, resultem na instabilidade do sistema e, consequentemente, afetem o emprego dos trabalhadores.
 
Por orientação do prefeito Colbert Martins Filho, que se encontra em Brasília, a Secretaria de Transportes e Trânsito  convocou os representantes das empresas e convidou o Sindicato dos Rodoviários para uma reunião no horário do almoço.
 
O encontro foi bem sucedido. O sindicalista Alberto Nery deixou a reunião para se dirigir as garagens das empresas e conversar com os profissionais, para apresentar-lhes a proposta de retomar as atividades, o que foi aceito pela classe.
 
O entendimento é que a Prefeitura e também as empresas estão cumprindo todas as ações possíveis para suspender os efeitos da liminar. E que manter a paralisação, além de prejudicar a população, beneficiaria a clandestinidade, que se sentiria fortalecida.
 
O procurador geral do Município, Cleudson Almeida, e os advogados representantes das empresas e do Sindicato dos Rodoviários (partes interessadas no processo), estão em Salvador para tentar uma audiência com o desembargador relator da liminar. 
 
O objetivo é sensibilizá-lo a julgar o  recurso da Prefeitura, apresentado há mais de duas semanas e ainda sem definição.


Geral LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje