Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 04 de abril de 2020

César Oliveira

As tragédias dos alagamentos em nossas cidades não são tragédias da natureza e sim humanas

César Oliveira - 31 de janeiro de 2020 | 11h 50
As tragédias dos alagamentos em nossas cidades não são tragédias da natureza e sim humanas

A gente escreve dezenas  de vezes, os urbanistas mostram os riscos, mas os governos municipais e estaduais obrigam seus departamentos de Engenharia a continuarem impermeabilizando o solo, encarcerando rios, como se hão houvessem consequências para essa brutal intervenção urbana, sem compensação. 

As tragédias, com perdas de vidas humanas, prejuízio comercial, destruição da malha urbana, que estamos assistindo são apenas a resposta da natureza a uma morte anunciada.

Com o caos instalados os governos vão a caça de verbas do governo federal para o conserto dos dos estragos dos alagamentos, e fingem que as mortes não são cadáveres a serem carregados por suas irresponsabilidades.

É um estado de incompetência brutal que vivemos.

E que isso sirva de alerta para que se preserve as lagoas de Feira, porque elas são muito importantes para essa drenagem



César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje