Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, terça, 14 de julho de 2020

Educação

Professores da rede municipal de Feira aprovam estado de greve

03 de março de 2020 | 10h 53
Professores da rede municipal de Feira aprovam estado de greve
Foto: APLB Sindicato

Os trabalhadores em Educação da Rede Municipal de Feira de Santana aprovaram Estado de Greve em Assembleia realizada na manhã desta segunda-feira, 02. A categoria vai se manter mobilizada e irá aguardar uma resposta do Governo Municipal até nova Assembleia da Rede Municipal já agendada para a próxima segunda-feira, 9 de março, às 14h no Espaço Kilogrill, onde os trabalhadores em educação poderão deflagrar uma greve, caso não seja atendida a pauta de reivindicações da categoria.


Em audiência com o Secretário de Educação, Marcelo Neves e técnicos da SEDUC, realizada no último dia 28, foi discutida a pauta de reivindicações da categoria que consiste na aplicação da Reserva de 1/3 de Carga Horária imediatamente, Reformulação do Plano de Carreira Unificado, Alteração de Carga horária, Mudança de Referência, Licença Pecúnia, Precatórios do Fundef, Reajuste do Piso Salarial e o Concurso Público.

Sobre a Reserva de 1/3 da Carga horária o Secretário informou que a Portaria que dispõe sobre a Reserva para o ano de 2020 será publicada entre 2 e 7 de março, bem como serão publicadas as Alterações de Carga Horária dos professores que solicitaram e estão em conformidade com a lei, priorizando as solicitações mais antigas.

Sobre a Mudança de Referência o Secretário informou que serão publicadas nos próximos dias, sobre a Licença Pecúnia está sendo discutido os critérios para que sejam publicadas um percentual anual, sendo que essa resolução estará dentro do Plano de Carreira Unificado, onde esta semana haverá análise e discussão com a Comissão que construiu o Plano em 2016, constituída de representantes da comunidade escolar, APLB e Governo Municipal, para que o mesmo possa ser implementado.


Em relação aos Precatórios do Fundef, foi acordado que será realizada audiência entre o Jurídico do Sindicato e da SEDUC para se discutir sobre os recursos.

Sobre o Reajuste do Piso Salarial, segundo o Secretário estão sendo realizados estudos pela Secretária da Fazenda, a APLB Feira mantém sua posição de cumprimento da Lei, onde os 12,84% neste ano de 2020, deverá ser para todos os profissionais do Magistério.

FONTE: APLB



Educação LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje