Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, segunda, 10 de agosto de 2020

César Oliveira

O latifúndio de vítimas e culpas

César Oliveira - 15 de julho de 2020 | 08h 13
O latifúndio de vítimas e culpas

Chegamos aos 75 mil mortos e marchamos para os 100.000, com a interiorização da pandemia e muitas cidades a serem percorridas. Grande parcela das mortes são uma fatalidade biológica inevitável, mas a explosão dos números, aqui e no mundo, refletem muito as ações de enfrentamento, suas falhas, que criam um consórcio de culpados.

No Brasil, temos uma infinitude de governadores e prefeitos ladrões que ao invés de prepararem o sistema de saúde se escoraram apenas no lockdown, enquanto seus agentes desviavam os recursos em compras fraudulentas, como tem sido demonstrado pela PF; o presidente Bolsonaro, por todas as mensagens de desprezo às vítimas, às medidas de proteção, e por manter acéfalo e militarizado o  Ministério da Saúde, seu imperdoável erro; os irresponsáveis, que sem a menor empatia pelo outro agem como se nada houvesse, fazem festas, se recusam a usar máscaras, e empanturram o sistema de saúde de vítimas; a OMS, por retardar o reconhecimento da pandemia e emitir declarações confusas e contraditórias; a China, por esconder o surto, destruir as amostras iniciais do vírus e calar, à força,  cientistas e jornalistas que tentaram a divulgação.

É um latifúndio de vítimas e um consórcio de múltiplas culpas



César Oliveira LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje