Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sexta, 23 de outubro de 2020

Política

Pesquisa Economic/De Olho na Cidade mostra equilíbrio entre Zé Neto e Colbert, em eventual 2o turno

21 de setembro de 2020 | 23h 09
Pesquisa Economic/De Olho na Cidade mostra equilíbrio entre Zé Neto e Colbert, em eventual 2o turno
Fotos: Gustavo Bezerra - Ascom - Jorge Magalhães - PMFS
A pesquisa realizada pelo Instituto local Economic (pertencente ao economista e professor Amarildo Gomes) e encomendada pelo programa De Olho na Cidade, nesta segunda-feira, apresenta uma novidade, em relação às anteriores, anunciadas  por outros veículos de comunicação. É a perspectiva de segundo turno, que não havia ainda sido avaliada pelos institutos, ao menos com divulgação pública. O levantamento aponta ligeira vantagem para o deputado Zé Neto (38,10) em relação ao atual prefeito Colbert Martins Filho, do MDB (33,20%). Não souberam ou não opinaram, 13,20%, os brancos e nulos somam 9,60%, já os que não votariam em nenhum dos candidatos, são 5,90%.
 
O quadro é, praticamente, de empate técnico dentro da margem de erro (3,0935 pontos percentuais, para mais ou para menos) com diferença de 4,8% em favor do petista. Os números, portanto revelaram neste momento um possível segundo turno equilibrado entre os dois concorrentes considerados mais fortes. Foram entrevistados de forma presencial 1 mil eleitores, entre os dias 14 e 16 de setembro, na sede e zona rural do município. A pesquisa está registrada no TRE.
 
Um eventual segundo turno envolvendo Zé Neto ou Colbert contra o terceiro nome tido como mais relevante da disputa, o radialista Carlos Geilson, demonstra que qualquer um deles, apontados como  favoritos, venceria a este concorrente com relativa facilidade, conforme os números a seguir: 
 
Colbert  teria 37,90%  contra 21,20% de Geilson (não souberam ou não opinaram 17,50%; brancos e nulos 9,20% e os que não votariam em nenhum dos candidatos, 14,20%). Zé Neto 39% contra 15,10% de Geilson (não souberam ou não opinaram 19%: brancos e nulos 10% e os que não votariam em nenhum dos candidatos, 16,90%). 
 
No primeiro turno, a pesquisa na forma espontânea (não são apresentados nomes) aponta empate técnico entre os principais candidatos até aqui, com vantagem de  Colbert (MDB), 23,80%. Zé Neto (PT), alcança 20,20%. Demais nomes citados pelos entrevistados:  Carlos Geilson (Podemos), 1,60%; José Ronaldo de Carvalho (não é candidato), 1,20%;  Dayane Pimentel (PSL),  0,70%;  Targino Machado (não é candidato), 0,50%; Roberto Tourinho (PSB), 0,40%; José de Arimatéia (Republicanos), 0,30%; Carlos Medeiros (Novo), 0,20% e  Rei Nelsinho (PRTB), 0,10% (Marcela Prest, do PSOL, não pontuou). Brancos e nulos, 11,20% e não souberam ou não opinaram, 39,60%.
 
Na modalidade estimulada (pesquisador mostra ao entrevistado uma relação de candidatos), registra-se também um empate técnico com ligeira frente do candidato Zé Neto, com 31,60%, contra 30,20% de Colbert Filho.  A votação dos outros candidatos que foram avaliados: Carlos Geilson (Podemos), 6,30%;  Dayane Pimentel (PSL),  2,40%; Roberto Tourinho (PSB), 1,20%; José de Arimatéia (Republicanos), 1,10%; Carlos Medeiros (Novo), 0,40%;  Rei Nelsinho (PRTB), 0,30% e  Marcela Prest (PSOL), 0,20.  Brancos e nulos, 12,70% e  não souberam ou não opinaram, 13,60%.


Política LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje