Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 18 de novembro de 2018

Educação

Estado amplia projeto Ciência na Escola

05 de fevereiro de 2015 | 08h 36
Estado amplia projeto Ciência na Escola
Estimular o gosto pelo estudo científico é o principal objetivo do projeto Ciência na Escola, desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, que está sendo ampliado para atender 413 mil estudantes, de 775 escolas, no ano letivo de 2015. Em 2014, o projeto beneficiou 68 mil alunos do ensino fundamental de 738 unidades escolares. A ampliação do atendimento, que é superior a 500%, ocorre porque o Ciência na Escola envolverá, também, os estudantes do ensino médio. 
 
O Ciência na Escola vem despertando o interesse dos estudantes pela ciência, com conteúdos pedagógicos que consideram a vivência e a realidade do aluno para as experimentações e investigações. Promove, por um lado, a ampliação do processo de ensino e de aprendizagem, e, por outro, a interdisciplinaridade por considerar diversas áreas do conhecimento, como biologia, geografia, química, física e história. E este caráter multidisciplinar levará o Ciência na Escola a transversalizar com outros projetos estruturantes desenvolvidos pela Secretaria, como o Pacto pelo Fortalecimento do Ensino Médio, que visa à melhoria da qualidade do ensino médio, e Gestar na Escola, que fortalece o ensino e a aprendizagem de língua portuguesa e de matemática.
 
“Nosso objetivo é reforçar a nossa missão de promover a educação científica na rede estadual de ensino, preparando os nossos estudantes para uma carreira em ciências e tecnologia. Agora, com a ampliação do projeto para o ensino médio, uma demanda solicitada pelos próprios professores, vamos investir, ainda mais, nas potencialidades para as atividades científicas de cada estudante”, destacou a coordenadora geral do Ciência na Escola, Shirley Costa.
 
Um dos desdobramentos do Ciência na Escola é a participação dos estudantes na Feira de Ciências e Matemática da Bahia, concebida como espaço para que os estudantes possam expor os resultados da criação e estruturação da pesquisa científica na educação básica. A culminância da feira, acontece durante o Encontro Estudantil Todos pela Escola, no segundo semestre, em Salvador. Muitos alunos também têm se destacado para representar a rede estadual em eventos científicos em outros estados e até fora do País.
 
O Ciência na Escola inclui, ainda, a formação de professores e neste ano, 50 professores formadores irão atuar no projeto em articulação com os Núcleos Regionais de Educação (NRE), implantados nos 27 Territórios de Identidade. Outro incremento importante do projeto para o trabalho em sala de aula são os livros Bahia, Brasil: espaço, ambiente e cultura e Bahia, Brasil: vida, natureza e sociedade distribuídos para estudantes. O conteúdo é organizado de forma integrada, georreferenciado na realidade baiana e apresenta conhecimentos das diversas áreas. 


Educação LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje