Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sexta, 23 de outubro de 2020

Segurança

Ronda Maria da Penha faz 4 anos em Feira e dá proteção, no momento, a 241 mulheres

23 de setembro de 2020 | 17h 25
Ronda Maria da Penha faz 4 anos em Feira e dá proteção, no momento, a 241 mulheres
Exatamente  241 mulheres, vítimas de violência, encontram-se atualmente sendo acompanhadas pela Ronda Maria da Penha em Feira de Santana. São considerados "casos ativos" de pessoas do sexo feminino que, em virtude de notificação judicial  (uma parte delas já se encontra em determinação de medida protetiva) recebem acompanhamento do programa da Polícia Militar.
 
A informação foi levantada pelo vereador Josafá Ramos (DEM) em visita à sede da Ronda Maria da Penha, que funciona provisoriamente nas instalações da Base Comunitária de Segurança no bairro George Américo.
 
Nesta quarta-feira (23), ele registrou, na Câmara, o quarto aniversário deste trabalho operacional que assiste a mulheres vítimas de violência e garante o distanciamento delas de seus algozes. Nesse período, aproximadamente 1.503 cidadãs foram atendidas pelo órgão nesta cidade.
 
Josafá obteve dados estatísticos referentes ao período de 13 de março a 20 de abril, quando ocorreram  637 registros de ocorrência de violência contra mulher em Feira de Santana. No mesmo intervalo, em 2019, foram 551 registros - acréscimo de 13,51% nos  chamados, provocado pelos dois primeiros finais de semana da quarentena.
 
A Ronda Maria da Penha, explica o vereador e sargento da PM baiana, atua nos casos em que já existe notificação judicial para o agressor ou determinação de medida protetiva à mulher. "É preciso haver uma queixa na delegacia, depois comunicado ao juiz, que faz as devidas intimações. Então, tem início o trabalho desta equipe", explica. Existe, informa o vereador, uma quantidade de casos não notificados, espécie de "demanda reprimida". São registros de mulheres que sofrem violência ou ameaça, que se tornam ocorrências extra-oficiais.
 
Nos fins de semana, uma equipe da Ronda Maria da Penha vem participando da Operação Feira Paz no Lar, o que amplia o seu raio de atuação. Em breve, esse organismo da PM deverá conquistar uma maior estrutura física, deixando o espaço que ocupa no George Américo para ser sediado nas antigas instalações do Derba. "Quero cumprimentar a toda a equipe em nome da coordenadora tenente Renata Martins, que visitamos recentemente, reafirmando o apoio da Câmara Municipal a este importante trabalho", diz o vereador.

FONTE: Ascom



Segurança LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje