Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, segunda, 26 de outubro de 2020

Política

Receita de IPTU em Feira cai 31% de janeiro a agosto, em relação ao mesmo período de 2019

30 de setembro de 2020 | 19h 21
Receita de IPTU em Feira cai 31% de janeiro a agosto, em relação ao mesmo período de 2019

A arrecadação com IPTU em Feira de Santana, de janeiro a agosto de 2020, foi bem menor que a registrada no mesmo período do ano passado, conforme dados apresentados na Câmara, nesta quinta-feira (30), pelo secretário municipal da Fazenda, Expedito Eloy.

Ele esteve no Legislativo para demonstrar e avaliar, em Audiência Pública, o cumprimento das metas fiscais da Prefeitura referentes ao segundo quadrimestre do atual exercício, conforme exige a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Em 2019, nos primeiros oito meses, a Prefeitura recebeu  58 milhões e 267 mil reais de contribuintes que pagaram o Imposto Predial e Territorial Urbano, contra 44 milhões este ano. Uma queda de R$ 14 milhões aproximadamente, correspondente a 31%. Também sofreu uma redução brusca a receita patrimonial do Município, no comparativo do mesmo período.

Em 2020, o total  foi de R$ 11.179.598,000, enquanto no ano passado, atingiu mais que o dobro, R$ 23.408.089,89. No segundo quadrimestre deste ano, que engloba os meses de maio a agosto, a Prefeitura Municipal tinha disponível para receitas correntes, previstas na Lei Orçamentária Anual do exercício, o valor de R$1.318.233.722,00. Contudo, foi realizada despesa, de janeiro a agosto deste ano, de R$ 861.254.761,06, correspondente a 65,33% do valor nominal executado, com saldo de R$ 456.978.960,94.

A apresentação também alcançou  dados referentes às contribuições sociais, que totalizaram R$ 17.049.327,79 em 2020, até  agosto, e R$17.047.311,50 no mesmo período de 2019 - valores portanto bastante próximos. Participaram do encontro os vereadores Edvaldo Lima (MDB) e Josafá Ramos (Patriota), presidente e vice-presidente, respectivamente, da Comissão de Finanças e Orçamento da Casa Legislativa. 

FONTE: Ascom - Câmara Municipal



Política LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje