Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, terça, 30 de novembro de 2021

Geral

Manifestantes impedem circulação de ônibus da empresa Rosa e FSA amanhece parcialmente sem transporte

27 de Outubro de 2021 | 09h 46
Ouvir a matéria:
Manifestantes impedem circulação de ônibus da empresa Rosa e FSA amanhece parcialmente sem transporte
Foto: Divulgação

Feira de Santana amanheceu, uma vez mais, parcialmente sem transporte coletivo. Nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (27), trabalhadores rurais impediram a saída dos ônibus da garagem da Rosa. Os manifestantes protestavam contra a decisão da empresa de retirar os veículos que operavam quatro linhas da zona rural.

Em entrevista ao Acorda Cidade, a moradora conhecida como Sônia da Lagoa Grande disse que as comunidades afetadas não podem prescindir do transporte coletivo.  "Nós queremos os ônibus rodando nos povoados. Nós estamos sem transporte. É inviável só as vans rodarem nos distritos, não tem como, porque existem idosos, pessoas com deficiência que dependem dos ônibus e pessoas que precisam do ônibus para ir ao trabalho. O transporte é um direito nosso", afirmou, salientando que o grupo, de aproximadamente 200 pessoas, estava disposto a estender o protesto, caso a reivindicação não fosse atendida.

É a segunda vez, esta semana, que os usuários do setor ficam sem ônibus, na cidade. Na última segunda-feira, ocorreu fato similar, porém com os ônibus da empresa São João, por decisão dos trabalhadores da empresa, que estavam com os salários atrasados. Motoristas e cobradores só retomaram as atividades após o pagamento da quinzena correspondente.

A Prefeitura de Feira de Santana disse que solicitou à Procuradoria-Geral do Município (PGM) a adoção de providências judiciais, a fim de restabelecer a normalidade da operação do transporte urbano e garantir o interesse coletivo.

O Governo Municipal entende a manifestação de hoje como um ato de caráter político-partidário. Isto porque, segundo nota emitida na manhã de hoje, o organizador do protesto, Ubiratan Fonseca de Jesus, foi nomeado para o cargo de agente parlamentar no gabinete do vereador Silvio Dias, conforme edição 951 do Diário Oficial do Poder Legislativo, publicada no dia 11 de junho de 2021.

A Prefeitura enfatizou, ainda, que a manifestação compromete 109 linhas de transporte que atendem a população feirense. E destacou que "apenas quatro" delas, que atendem as comunidades rurais, estão, emergencialmente, sendo substituídas pelo Sistema de Transporte Público Alternativo e Complementar (STPAC).

O governo salientou tanto a frota de ônibus da concessionária Rosa quanto motoristas e cobradores estão preparados para iniciarem a operação, assim que os manifestantes desobstruírem o local. "A Guarda Municipal foi acionada para manter a ordem e preservar a segurança de operadores do Sistema Integrado de Transporte (SIT)", diz o documento. 

Para o Governo Municipal, o ato prejudica a população que utiliza o serviço essencial para se deslocar até o trabalho e locais de vacinação. Fiscais da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) orientam usuários, nos terminais de transbordo (Norte e Central), afetados com a falta do transporte coletivo.



Geral LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje