Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 16 de janeiro de 2022

Política

Prefeitura de Feira parcela e atrasa salário de professor da rede municipal desde abril, reclama dirigente da APLB

30 de Novembro de 2021 | 16h 57
Ouvir a matéria:
Prefeitura de Feira parcela e atrasa salário de professor da rede municipal desde abril, reclama dirigente da APLB
Aproximando-se o mês de dezembro, há professor da rede municipal que ainda não recebeu parte do salário de outubro, em Feira de Santana, reclama a presidente da APLB Sindicato, Marlede Oliveira. Ela voltou a usar a Tribuna Livre da Câmara, nesta terça (30), para protestar contra o problema de atraso salarial e denunciar outras questões relacionadas com a educação nesta cidade. Em novembro, segundo a sindicalista, o erro se repete na Prefeitura, com pagamento parcelado de salários: "Parte recebeu na data, outra parte no quinto dia útil e  uma outra não sabe quando. Vários ficaram sem receber integralmente seus valores". Esta situação se verifica, segundo ela, desde abril deste ano. 
 
Marlede questiona "como haver estímulo de professor que não recebe salário em dia, sem poder pagar seus compromissos?".  Acredita ser necessário "chamar a secretária (Anaci Paim) e abrir as contas da Educação". Marlede lembra que o secretário da Fazenda, Expedito Eloy, diz que os recursos deste setor são gerenciados pela Seduc, mas quando atrasa a folha, "Anaci procura a Administração e a Fazenda para tentar resolver, e não resolve". A dirigente da APLB observa que o Município recebe este ano, em recursos do Fundeb, cerca de R$ 248 milhões, o que não justifica atrasar salários. "Queremos esclarecimentos. Quando existia o Conselho (do Fundeb) se informava, mas foi desfeito. Quem vai fiscalizar?", questiona.

FONTE: Câmara Municipal



Política LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje