Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 16 de janeiro de 2022

Economia

Comissão Mista de Orçamento aprova acréscimo de R$ 72 bi para 2022

02 de Dezembro de 2021 | 09h 33
Ouvir a matéria:

Com a medida, o déficit orçamentário de 2022 está perto de ser zerado

Comissão Mista de Orçamento aprova acréscimo de R$ 72 bi para 2022
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Projeto de Lei Orçamentária de 2022 (Ploa 2022), definido pelo PLN 19/2021, ganhou um acréscimo de verbas de R$ 72,1 bilhões. De acordo com a Agência Brasil, a mudança foi aprovada, nesta quarta-feira (1º), pela Comissão Mista de Orçamento.

Conforme o senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR), relator da comissão, o orçamento está próximo do equilíbrio. Resta ao governo apenas um déficit de R$ 2 bilhões para alcançar o equilíbrio entre receitas e despesas.

A expectativa, com a medida, é que o orçamento seja de R$ 2,028 trilhões. A cifra não considera as privatizações previstas para acontecer no início de 2022, como é o caso da Eletrobras. Esta transação, segundo a Agência Brasil, deve arrecadar em torno de R$ 23 bilhões.

Tampouco engloba as licitações excedentes de petróleo do Pré-Sal, que podem gerar até R$ 5 bilhões para a União. "Isso será um feito histórico, interrompendo a sequência de déficits primários observados nos últimos oito anos", disse o parlamentar.

Em seu relatório, Guimarães explicou que os principais motivadores da nova cifra foram as mudanças nas previsões do Produto Interno Bruto (PIB) e flutuações do Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic), ou seja, a taxa básica de juros e a inflação. O senador informou, ainda, que, apesar da estimativa ser animadora, a queda de renda da população e o desemprego ainda preocupam.

Ainda conforme a Agência Brasil, projeções elaboradas pelo Ministério da Economia dão conta de que o PIB deverá crescer 5,1% em 2021 e 2,1% em 2022. Para a Selic, especialistas da pasta apontam que a taxa básica de juros deve fechar em 9,15% o ano de 2021, e deve ter alta de até 2% durante o decorrer de 2022.



Economia LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje