Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 17 de novembro de 2018

Esporte

Feirense perde mais uma e treinador tem saída confirmada

24 de fevereiro de 2015 | 10h 15

A saída de Edson Ferreira foi confirmada segunda-feira

 Feirense perde mais uma e treinador tem saída confirmada
A saída de Edson Ferreira do comando do Feirense foi confirmada na manhã desta segunda-feira (23) | Sidnei Campos FE

O Feirense sofreu a terceira derrota seguida no Campeonato Baiano e até o momento foi o único time que ainda não marcou pontos e nenhum gol na competição. O tropeço dentro de casa para o Galícia culminou na saída do treinador Edson Ferreira, que tinha chegado ao começo do Campeonato Baiano para substituir Tinho Damasceno, que comandou a Águia na pré-temporada e não obteve bons resultados.

 

Ao final da partida – quando o time foi derrotado pelo placar de 2 x 0 pelo Galícia – o treinador não tinha muito o que explicar e colocou o cargo a disposição da diretoria. “Trabalhamos muito durante o recesso de Carnaval e a nossa expectativa era de que o time reagisse hoje (ontem) diante do Galícia, mas cometemos erros na defesa e pior é que tivemos chances de marcar gols e não concluímos. Agora deixo os dirigentes a vontade para tomar a decisão sobre a minha permanência ou não na equipe”, declarou.

 

Logo após o jogo, o presidente Dilson Carneiro Gamela não falou com a imprensa e teve, ainda nos vestiários do Joia da Princesa, uma reunião de portas fechadas com o elenco e integrantes da comissão técnica. A reportagem obteve a informação que na manhã de hoje, foi confirmada a saída de Edson Ferreira e por enquanto ainda não foi anunciado o nome do seu substituto.

 

Mesmo sem marcar pontos, time gameleiro ainda tem chances matemáticas de se classificar para a próxima fase da competição. Tem ainda três partidas e nove pontos a disputar: quarta-feira (25), contra o Colo-Colo em Ilhéus; domingo (1/03) contra o Bahia de Feira no Joia da Princesa e fecha a sua participação no dia 8 diante Bahia na Arena Fonte Nova. Se perder mais uma partida, dependendo de combinações de resultados, pode estar matematicamente alijado da segunda fase e terá que disputar o Torneio da Morte para tentar escapar do rebaixamento.

FONTE: Folha do Estado



Esporte LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje