Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, segunda, 27 de setembro de 2021

Saúde

Hospital da Mulher abre campanha Agosto Dourado e reforça a importância da amamentação

04 de Agosto de 2021 | 12h 59
Ouvir a matéria:
Hospital da Mulher abre campanha Agosto Dourado e reforça a importância da amamentação
Foto: Fátima Brandão

A Semana Mundial do Aleitamento Materno foi aberta, no último domingo (1º), pelo Banco de Leite do Hospital Inácia Pinto dos Santos (HIPS), o Hospital da Mulher, com a doação de enxovais para os dois primeiros recém-nascidos do mês. A comemoração integra as ações do Agosto Dourado, mês dedicado à promoção da amamentação.

A campanha também tem programação voltada ao incentivo da doação do leite humano, alimento considerado ouro, pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo a ginecologista obstétrica Andréa Alencar, diretora médica da unidade, o apoio adequado às mães e às famílias no processo de amamentação pode salvar a vida de bebês prematuros. "Doar leite materno é doar vida. Um pote de leite materno doado pode suprir a necessidade diária de até dez recém-nascidos internados", explicou.

A médica salientou que a doação do leite materno é importante, principalmente, para alimentar prematuros em internamento, que não podem ser amamentados pelas próprias mães.  Ela disse, ainda, que toda mulher saudável que esteja amamentando e sem uso de medicamentos que interfiram na qualidade do leite pode ser doadora. "É um ato de amor que salva vidas", reforçou.

A coordenadora do Banco de Leite do Hospital da Mulher, Nadja Vieira, destacou que a entrega de brindes, em alusão ao Agosto Dourado, ocorre todos os anos, sempre para os primeiros recém-nascidos. "É importante marcar esse momento com gratidão", observou.

Este ano, o primeiro bebê nascido em agosto foi um menino, de parto normal. Filho de Jane Márcia de Jesus Matos, ele veio ao mundo com 3,35 quilos. O bebê é uma menina. Com 3,37 quilos, ela é filha de Luzineide Machado Oliveira e também nasceu de parto normal.

A coordenadora do setor espera que a campanha deste ano sensibilize um maior número de mães para a necessidade de doar o leite humano. "A nossa quantidade de leite materno só atende por mais dois meses as nossas necessidades. É preciso que haja mais voluntárias que tenham leite em excesso e façam a doação para o Banco de Leite do Hospital da Mulher", frisou.



Saúde LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje