Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 16 de janeiro de 2022

Política

Feira será beneficiada com carteira de projetos até 2030

30 de Novembro de 2021 | 09h 10
Ouvir a matéria:
Feira será beneficiada com carteira de projetos até 2030
Foto: ACM/Secom/PMFS

A Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), autarquia do Governo Federal, abriu processo de licitação para contratar serviço especializado para elaboração de carteira de projetos para Feira de Santana, com horizonte de implantação até o ano de 2030. O edital internacional recebe propostas até às 15h (fuso horário de Nova York) desta quarta-feira (1°).

De acordo com a Prefeitura Municipal de Feira de Santana (PMFS), a iniciativa integra o projeto Construindo Feira 2030, que conta com a parceria do Programa das Nações Unidas (Pnud). Viabilizado por meio de um programa de cooperação técnica, a proposta visa construir projetos estruturadores, tendo por base o futuro do município. Estes devem estar alinhados com os desafios do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE). A ideia é que contribuam para implementação da Agenda 2030.

O secretário Municipal de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico de Feira de Santana, Sebastião Cunha, informou que serão selecionados 15 projetos que contemplem infraestrutura urbana e infraestrutura turística. O gestor destacou, ainda, que "Feira faz parte dos 52 municípios brasileiros que integram o Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste, conhecido como G52, e, por conta da localização estratégica, será a cidade polo, que vai direcionar as ações e os investimentos".

Na avaliação de Cunha os benefícios para a cidade serão muitos. Ele salientou que os projetos devem contemplar, por exemplo, estudos sobre o aeroporto e outros equipamentos importantes para o Município. "Fico entusiasmado em ver o andamento da licitação, isso cria a possibilidade de começar os estudos para a seleção dos projetos. Vamos ter estudos sobre a utilização do Lago de Pedra do Cavalo, estudos sobre o aeroporto, juntamente com o governo estadual e federal, avaliando a possibilidade da utilização não apenas como aeroporto de carga, mas também de passageiros, e aeródromo alternativo, além da completa remodelação e reestruturação. Entre os municípios beneficiados, Feira é o mais adiantado", observou.



Política LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje