Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sexta, 13 de dezembro de 2019

Geral

Donos de animais apreendidos nas ruas ameaçam equipe do Centro de Zoonoses

14 de janeiro de 2016 | 16h 05
Donos de animais apreendidos nas ruas ameaçam equipe do Centro de Zoonoses
Donos de animais apreendidos pela equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), por estarem soltos nas ruas de alguns bairros, não apenas demonstram insatisfação com as ações, mas ameaçam verbalmente os funcionários que participam das equipes.
 
Ameaçar ou desacatar servidor público em exercício da função ou razão dela é crime previsto no Código Penal. Se condenado, o autor da ameaça pode pegar de seis meses a dois anos de prisão, ou pagar multa.
 
Apreensões na Asa Branca, na região do Centro de Abastecimento e em condomínios localizados na Conceição e na Mangabeira apenas estão sendo realizadas com o apoio da Polícia Militar, que está presente, sempre que solicitada.
 
Para a coordenadora do CCZ, Mirza Cordeiro, por motivos óbvios. Os funcionários apenas se sentem seguros para realizar as ações com a presença dos policiais. “As apreensões geram insatisfação e estas pessoas partem para agressões verbais que podem terminar em agressões físicas”.
 
Mesmo enfrentando condições adversas, diz a coordenadora, as ações que visam apreender animais, continuarão sendo feitas porque a quantidade de cavalos soltos, principalmente, vem aumentando nas ruas. “E colocando a população em risco”.
 
Outro problema causado por estes animais são os acidentes e os seus desdobramentos. Apenas no dia 12, devido à gravidade, quatro cavalos foram sacrificados no CCZ. Foram atropelados.
 
Estes animais são deixados nas ruas para que procurem alimentos. Sem comida à disposição, mudaram hábitos. Passaram a circular nos condomínios não murados e onde o lixo domiciliar é descartado aleatoriamente.   


Geral LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje