Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quarta, 21 de novembro de 2018

Emanuela Sampaio

Feira cultural

31 de julho de 2017 | 11h 30
Feira cultural
Foto: Internet

É muito comum que os moradores de uma cidade não valorizem seu patrimônio histórico e cultural. Diante disso, a nossa coluna trará algumas vezes uma sugestão de visita a lugares importantes e que valem a pena serem olhados com mais carinho por nós, feirenses. Vamos começar com a Igreja Nosso Senhor dos Passos, um dos ícones da Princesinha do Sertão:

Em 1921, o Coronel Filippe Pedreira de Cerqueira obteve permissão do Arcebispo de São Salvador da Bahia e Primaz do Brasil, Dom Jerônimo Tomé da Silva (1893-1924), que aprovou uma planta em estilo neogótico, com o interior em escariole e na parte externa uma mistura de vidro e argamassa para a nova Igreja Senhor dos Passos que substituiria uma pequena capela construídas anos antes. Em 9 de outubro de 1921 foi colocada na parte sul do terreno a pedra fundamental, sendo celebrada uma Missa Campal no local da futura igreja, pelo Cônego Tertuliano Carneiro da Silva, tendo como orador deste ato, o Dr. Gastão Guimarães.

Em 18 de julho de 1929 era celebrada a primeira Santa Missa com a Igreja em construção. Em 1930, já havia sido colocada a cumeeira do edifício em ato solene e com a bênção do Cônego Carlos Olympio Ribeiro. Em 1932 as obras encontravam-se bastante adiantadas e para incentivar o fervor dos fiéis, foi celebrada a segunda Santa Missa com o templo ainda em obras. Neste ano já se tinha dado início à pintura de algumas paredes e colocação de telhados e de forros de "Pau Paraíba".

Em 1936 a Igreja foi entregue ao público pelo Padre Amílcar Marques de Oliveira, mesmo sem conclusão, funcionando apenas a Catequese aos domingos e o Ofício da Paixão às sextas-feiras.

Em 1951 o Padre Aderbal Saback Miranda, recomeçou a reconstrução da Igreja e resolve construir a torre com 35 metros de altura, com planta do Engenheiro Agnelo Frutuoso de Araújo. A obra foi suspensa, para que o Padre Aderbal se dedicasse à fundação do Bispado em nossa cidade. Em 17 de maio de 1964 a Igreja passou a ser Paróquia por autorização do então Bispo Dom Jackson Berenguer Prado, primeiro Bispo de Feira de Santana, nomeando seu primeiro pároco o Cônego Aderbal Saback Miranda, que organizou uma comissão formada por pessoas da sociedade feirense a fim de concluir a construção da Igreja.

Com a morte de Padre Aderbal, assumiu a Paróquia o Padre Ademar Melo Santos, (Frei Félix de Pacatuba), que já encontrou a Igreja quase pronta. Em dezembro de 1979, é feita a inauguração final da Igreja em todos os seus detalhes. Numa belíssima noite de Natal, a Igreja Senhor dos Passos é inaugurada com Missa Festiva presidida pelo Bispo (hoje emérito) Dom Silvério Jarbas P. de Albuquerque e concelebrada pelo Padre Ademar. A construção durou cerca de 53 anos!

Em 1991 foram efetuadas obras de reforma no telhado da Igreja com a substituição das telhas de barro por telhas de fibrocimento e modificações no presbitério.

No ano de 2009, houve a queda de um pináculo da torre da Igreja. Em virtude disso, o Pároco Padre Miguel Amaral, solicitou uma vistoria técnica da parte externa da Igreja, efetuada pelo Arquiteto Restaurador Dr. Mário Mendonça, CREA 1466-BA, que efetuou a primeira análise do problema. Nesta vistoria foram verificados que os elementos arquitetônicos decorativos aplicados à obra, ameaçavam seriamente os fiéis e transeuntes nas vizinhanças da Igreja. Dessa forma, em março de 2010, Padre Miguel Amaral solicitou uma nova vistoria técnica do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil de Feira de Santana, os quais optaram pela interdição temporária do imóvel em virtude da insegurança nestas estruturas arquitetônicas.

O projeto para esta reforma externa foi efetuada pelo IPAC - Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Estado da Bahia, pois a Igreja Senhor dos Passos, trata-se de um patrimônio particular tombado provisoriamente pelo Governo da Bahia através do Processo nº 018/91 - Dígito Notificação / Decreto nº 09/09/1998. O valor aproximado para a reforma é de 1 milhão de Reais, com duração de doze meses.

Como a Arquidiocese de Feira de Santana não possuía recursos financeiros para execução desta obra, na manhã do dia 07 de junho de 2010 uma comissão formada pelo Arcebispo Metropolitano Dom Itamar Vian, Pároco Padre Miguel Amaral, Osvaldo Ottan Coordenador da Comissão da Reestruturação da Igreja e Manutenção do Patrimônio Paroquial, Deputado Estadual José Neto e da Deputada Federal Lídice da Mata, estiveram em audiência com o Governador da Bahia Jacques Wagner, o qual após receber e analisar todos os relatórios e perícias técnicas, autorizou o IPAC em caráter de emergência iniciar todo o processo para início da obra, assumindo assim o Estado a responsabilidade pela recuperação e xterna do imóvel.

 Fonte: Paróquia Senhor dos Passos (http://www.paroquiasenhordospassos.com.br/historia.htm)



Emanuela Sampaio LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje