Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 16 de janeiro de 2022

Saúde

Portos e aeroportos baianos terão pontos de vacinação contra Covid-19 e testagem, segundo Sesab

30 de Novembro de 2021 | 12h 46
Ouvir a matéria:
Portos e aeroportos baianos terão pontos de vacinação contra Covid-19 e testagem, segundo Sesab
Foto: Reprodução/TV Bahia

Os portos e aeroportos da Bahia passarão a ter pontos de vacinação contra a Covid-19 e também de testagem. O anúncio foi feito pela secretária de Saúde do Estado da Bahia, Tereza Paim, na manhã desta terça-feira (30). De acordo com o G1, não há detalhes sobre quando os postos serão implementados.

A aplicação do imunizante nestes locais tem por objetivo prevenir novos casos da doença, especialmente provocados pela nova variante do SARS-CoV-2 oriunda do sul da África. De acordo com cientistas, a ômicron tem alto potencial de transmissibilidade.

Tereza Paim, diz o G1, enfatizou que um planejamento de combate à doença está sendo traçado. "Vamos fazer o mesmo enfrentamento que fizemos no início e temos provocado bastante a Anvisa, que é a agência reguladora do Brasil, e deve nortear todo esse programa e planejamento", destacou, salientando, ainda, que, nesta segunda-feira (29), se reuniu com o secretário Municipal de Saúde de Salvador, Léo Prates, a fim de que as decisões sejam mais assertivas na Bahia.

A gestora destacou que um dos meios de se combater a transmissão do vírus é o incentivo à vacinação. "Portos e aeroportos terão, aqui em Salvador, principalmente, postos de vacinação. Vai que a pessoa que chegou está no dia da terceira dose? Está no dia da sua segunda dose? A gente vai incentivar essa pessoa a se vacinar. E vamos fazer testagem também", observou.

Ainda conforme o G1, a secretária destacou que, assim como as variantes anteriores, a ômicron também é detectável por teste RT-PCR. O exame é feito com o swab nasal. Ela afirmou que as pessoas serão estimuladas a realizarem o teste. "Mesmo essa variante, a ômicron, ela é detectável no teste de RT-PCR. Então, as pessoas podem, sim, ficar tranquilas, porque um teste, por enquanto, revela se a pessoa tem ou não a doença", acrescentou.

Além disso, a titular da pasta estadual da Saúde disse que os passageiros detectados com a doença, bem como os advindos do continente africano, terão que passar por 14 dias de quarentena. Ela não detalhou em que condições esse isolamento será feito.

Segundo a secretária, o Laboratório Central da Bahia (Lacen) segue com sequenciamento das amostras de exames de detecção da Covid-19, que rastreiam o vírus, podendo identificar alertas em relação à nova variante. "Essa variante, como ela tem muita mutação, 50 mutações, só no lugarzinho da chave, da entrada dela no nosso organismo, isso faz com que ela seja uma variante que tenha bastante espalhamento, ou seja, várias pessoas podem pegar esse vírus - que é o mesmo, só que mutado. Mutações são modificações para melhor entrada no nosso organismo", explicou.



Saúde LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje