Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, sábado, 26 de setembro de 2020

Saúde

Exposição fotográfica marca o Dia Mundial da Prematuridade no HGCA

23 de novembro de 2015 | 15h 44
Exposição fotográfica marca o Dia Mundial da Prematuridade no HGCA

Só as mamães que já passaram pela experiência de ter um bebê internado numa UTI Neonatal sabem o quanto é difícil acompanhar o tratamento de um prematuro. São dias de incertezas onde cada avanço no desenvolvimento do recém-nascido se torna uma vitória. Em alusão ao Dia Mundial da Prematuridade, comemorado 17 de novembro, a equipe Multidisciplinar da Neonatologia do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) realizou na manhã desta quarta-feira (18/11) uma exposição fotográfica no corredor principal da unidade. O ensaio foi feito pela terapeuta ocupacional e fotógrafa Marílvia Claudino com bebês que nasceram prematuros no HGCA ao longo desse ano. Todas as fotografias foram realizadas com autorização das mães inseridas no projeto Canguru. “A exposição foi à forma que encontramos para chamar a atenção da nossa comunidade para o “Novembro Roxo” e a importância da prevenção da prematuridade”, disse Marílvia.

 Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), os nascimentos prematuros são responsáveis por quase metade das mortes de recém-nascidos no mundo. No Brasil, 11,7% do total de nascimentos acontecem antes de 37 semanas de gestação. De janeiro a agosto deste ano 238 bebês nasceram prematuros no HGCA. De acordo com Dr. Alexandre Dumas, coordenador do Centro Obstétrico e diretor Médico do HGCA, uma das formas de prevenir a prematuridade é fazer de forma eficaz o acompanhamento pré-natal. “É no pré-natal que o médico vai identificar os fatores de risco para a prematuridade e dessa forma planejar o parto de forma que esse recém-nascido  corra o menor risco possível”, afirmou.  



Saúde LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje