Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 18 de novembro de 2018

Saúde

Dezenas de pessoas atendidas na primeira noite do mutirão de consultas médicas em Feira

23 de março de 2018 | 07h 55
Dezenas de pessoas atendidas na primeira noite do mutirão de consultas médicas em Feira
Foto: Divulgação / Secom
Cerca de 100 pessoas, devidamente agendadas, compareceram para atendimento no primeiro dia do Hora da Saúde, programa da Secretaria Municipal de Saúde para contemplar as pessoas que aguardam consultas em várias especialidades médicas. O serviço está sendo prestado no Hospital Dom Pedro de Alcântara, no período de 18 às 22 horas, dias de terça, quarta e quinta-feira.  
 
Quem estiver na fila de espera por consultas com especialistas deve procurar a Unidade de Saúde da Família ou a Unidade Básica de Saúde de sua região até o dia 26 de março. Para a marcação é necessário ter em mãos a guia de exames, documento de identidade com foto, comprovante de residência, cartão de saúde da família e cartão SUS. 
 
Em face da dificuldade de contratação para várias especialidades médicas, a Prefeitura de Feira de Santana está organizando este mutirão noturno. O objetivo é zerar a fila de espera. As pessoas que já estão com seus nomes na lista das diversas unidades de saúde devem retornar a esses locais, que já se encontram fazendo o agendamento da data de atendimento. Somente os cidadãos que já fazem parte da relação de espera vão ter a prioridade. 
 
Espera-se que  três mil pessoas sejam beneficiadas com o atendimento do programa Hora da Saúde, o mutirão que prevê consultas à noite em  cinco especialidades - gastroenterologia, dermatologia, endocrinologia, angiologia e reumatologia. 
 
As pessoas não devem chegar com muita antecedência ao Hospital Dom Pedro de Alcântara, para o atendimento das consultas médicas noturnas, recomenda a secretária de Saúde do Município, Denise Mascarenhas (foto). “Se chegar cedo demais, vai esperar muito tempo desnecessariamente, pois uma vez agendado o atendimento, ele será feito entre as 18 e 22 horas”, diz ela. Meia hora antes do agendado, está satisfatório.
 
A dinâmica para a marcação da consulta no programa Hora da Saúde foi elogiada por Adeilda dos Santos (foto), doméstica, e também usuária da Unidade Básica de Saúde Cassa. “Recebi o telefonema das enfermeiras informando dia e horário da marcação, bem atenciosas”, ressalta. Ela estava na fila há dois meses para consulta com gastroenterologista, e foi a primeira paciente a receber atendimento.
 
Ao adentrar a sala, Adeilda é cumprimentada pelo gastroenterologista, Victor Galvão. “Boa noite, seja bem vinda dona Adeilda. Em que posso ajudá-la?” pergunta o médico. Aos poucos, ela vai explicando que há uns seis meses vem sentindo dores no estômago. Imediatamente o profissional começa a investigar o caso, entre outras perguntas, ele procura saber sobre a alimentação da paciente e o momento em que as dores costumam aparecer.
 
Adeilda dos Santos, possui refluxo, o especialista dá todas as orientações necessárias e o receituário para o tratamento. Satisfeita ela elogia o atendimento. “Só tenho a agradecer, obrigada”.


Saúde LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje