Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, terça, 30 de novembro de 2021

Mundo

Força Aérea dos EUA encontra restos mortais em trem de pouso de avião militar que saiu de Cabul e promete investigar

19 de Agosto de 2021 | 13h 01
Ouvir a matéria:
Força Aérea dos EUA encontra restos mortais em trem de pouso de avião militar que saiu de Cabul e promete investigar
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Homens da Força-tarefa norte-americana encontraram restos mortais no trem de pouso do avião militar que saiu de Cabul, na última segunda-feira (16), com destino à base aérea de Al Udeid, no Catar, após a tomada, no domingo (15), da capital do Afeganistão pela facção terrorista Talibã. De acordo com o G1, a informação foi veiculada, nesta terça-feira (17), pela Força Aérea dos Estados Unidos, que abriu uma investigação sobre o caso.

Desesperadas, milhares de pessoas seguiram o C-17 durante a decolagem, na tentativa de fugir do país. Algumas se agarraram a partes da aeronave, a exemplo de asas e rodas.  Diversos vídeos que circulam nas redes sociais mostram o momento em que o pânico toma conta da multidão, que não pôde ser contida sequer por rajadas de tiros (alguns fatais), disparadas pelas tropas estadunidenses, na tentativa de controlar o tumulto.

As imagens também mostram a mesma aeronave voando sobre Cabul e o que parece ser duas pessoas caindo. Os militares não divulgaram o balanço total das vítimas no momento da decolagem. Mas admitiram que os vestígios encontrados no trem de pouso, de fato, são restos humanos. A imprensa internacional já havia noticiado que, pelo menos, uma pessoa foi esmagada pelas rodas do avião de transporte. O fato, porém, ainda não foi confirmado pela Força Aérea dos Estados Unidos.

Conforme o G1, a porta-voz da instituição disse que todos os vídeos serão analisados criteriosamente. "A investigação será exaustiva, para que possamos obter todos os fatos sobre este trágico incidente", garantiu, por meio de nota.

Novos tumultos - Temendo um retorno da interpretação conservadora da lei islâmica, imposta pelo Talibã durante o regime totalitarista instituído em 1996 e que durou até 2001, quando, sobretudo, as mulheres perderam direitos civis e foram massacradas até por não cobrir o rosto, a população tenta escapar do país. Novos tumultos são registrados diariamente.

De acordo com a CNN Brasil, na noite desta quarta-feira (18), homens do Exército norte-americano dispararam gás lacrimogêneo contra uma multidão, nas proximidades do aeroporto de Cabul ansiava fugir da dominação talibã. A situação do país é de extrema gravidade e os Estados Unidos já anunciaram que não vão voltar atrás na decisão de retirar suas tropas do território afegão.

O presidente norte-americano, Joe Biden, afirmou que as forças dos EUA permaneceriam até que a evacuação dos cidadãos estadunidenses e integrantes das forças aliadas fosse concluída, mesmo que isso significasse ficar além do prazo de 31 de agosto para a retirada total.



Mundo LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje