Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, quinta, 15 de novembro de 2018

Saúde

Policlínicas e UPAS registram aumento de 75 por cento no número de atendimentos

03 de agosto de 2018 | 18h 13
Policlínicas e UPAS registram aumento de 75 por cento no número de atendimentos
Foto: Reprodução
Como sete policlínicas mais como duas Unidades de Pronto Atendimento 24h de Feira de Santana realizaram, de janeiro a junho deste ano, 630.347 atendimentos. Apenas 408 casos foram transferidos para hospitais, em um percentual de apenas 0,06%.
 
Os gráficos devem ter um aumento de 75,24% na demanda em relação ao mesmo período de 2017, onde foram registrados 359.686 atendimentos na rede de urgência e emergência do município. Como transferências hospitalares reduziram 21,83%, em comparação com 522 pessoas transferidas nos seis primeiros meses do ano anterior.
 
Em 2018, a maior quantidade já foi registrada na Policía do Tomba, que provocou a entrada de 117.620 pessoas, sendo apenas transferidas para as crianças e 34 adultos - uma resolutividade de quase 100%. Os bancos também apontam que quase duplicaram os atendimentos na unidade. 68.199 foram os eventos deste mesmo período em 2017.
 
Para a coordenação das policlínicas, Evani Cerqueira, o aumento da demanda pela localização. “Uma policlínica do Tomba foi uma primeira unidade de Feira de Santana e hoje é uma conhecida. No ano passado a policlínica esteve em reforma e estava funcionando em outro local, onde retornou em março de 2017 para seu local de origem, explicando o aumento de atendimentos ”, afirma.
 
Nascente, o registro foi de 91.376 no bairro da Rua Nova, 85.312 no George Américo, no 82.290 Feira X, 73.899 na UPA da Mangabeira e 57.650 no bairro Parque Ipê.
 
Já nos distritos, uma Policlínica de Humildes atendeu 37.351 e São José 29.236. A mais nova UPA do bairro Queimadinha totalizou, nos meses de abril e junho, 55.613 atendimentos.


Saúde LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje