Tribuna Feirense

  • Facebook
  • Twiiter
  • 55 75 99801 5659
  • Feira de Santana, domingo, 16 de janeiro de 2022

Política

David Neto diz que carros apreendidos pela SMT são desmanchados

09 de Novembro de 2015 | 11h 15

Vereador disse que capitão que dirige o órgão corre risco de perder posto até na PM

 David Neto diz que carros apreendidos pela SMT são desmanchados
David Neto disse que responsabilidade de apurar agora é do Ministério Público e da Polícia Civil

LEIA TAMBÉM: Francisco Júnior diz que é inocente

O vereador David Neto (DEM) foi à tribuna da Câmara na manhã desta segunda-feira, trazendo à tona a denúncia que chamou semana passada de "bomba de Hiroshima". Segundo ele, os carros apreendidos pela fiscalização da SMT (Superintendência Municipal de Trânsito) são desmanchados em um terreno no bairro São João do Cazumbá. “Todo mundo sabe que lá em São João do Cazumbá estavam vendendo peças dos carros apreendidos”, garantiu.

O vereador registrou que carros apreendidos teriam que ir para o Detran ou ter suas obrigações pagas para devolução ao dono, o que não ocorria. “Esses veículos começam a ser vendidos lá dentro. Criaram em São João do Cazumbá um local em que foram colocando os veículos, numa rua sem saída, onde você encontra uma cancela e uma porção de gente trabalhando, mas se você chegar de vez, corre gente pra todo lado. Quando corre é porque tem coisa errada, né?”.

O vereador disse ainda ter ouvido conversa telefônica em que o responsável pela situação disse que se fosse descoberto, “que matava todo mundo e o cidadão se matava”. Cobrado pelos colegas para que revelasse nomes, ele não quis citar diretamente, mas respondeu: "Quem é o superintendente? Todo mundo sabe quem é", dando a entender que o capitão Francisco Júnior, que dirige o órgão, deve ser responsabilizado.

David acrescentou outros comentários diretos sobre o superintendente, como o risco de ele perder o cargo não apenas na prefeitura, mas na própria PM. “Quando eu conheci o capitão, eu até parabenizei o mesmo, um rapaz novo, com a carreira promissora, e que tinha tudo na frente para crescer. Mas se ele continuar lá, quando ele sair de lá, até a corregedoria de polícia é capaz de cassar e tirar o direito de polícia dele e ele deixar de ser policial”.

Disse também que “o cidadão, para salvar a carreira”, deveria chegar para o prefeito e dizer: “Eu sou uma pessoa fraca, eu não aguento lidar com isso, não aguento ver número, vou lhe entregar seu cargo”, recomendou.

Comentando a denúncia, o oposicionista Alberto Nery (PT) disse que o responsável agora é o prefeito José Ronaldo, que foi comunicado da situação na sexta-feira, segundo o vereador. Nery pediu uma cópia da gravação com a fala de David Neto, para que o caso seja levado ainda hoje ao Ministério Público.

O líder do governo, José Carneiro, negou que o prefeito soubesse da situação. "Se tivesse conhecimento de algo errado na Superintendência, no outro dia sem dúvida não só o superintendente mas qualquer outro que faça parte do governo, estaria demitido", assinalou.

PREFEITO EM VIAGEM

O prefeito José Ronaldo está em viagem a São Paulo, onde conhece a fábrica de ônibus que vão rodar no município a partir da entrada em vigor da nova concessão para o setor. Segundo o secretário de Comunicação, Valdomiro Silva, que acompanha o prefeito na viagem, o prefeito ainda não tem informações suficientes para se pronunciar e ainda não conversou pessoalmente com o superintendente. Mas orientou o secretário de Transportes e Trânsito, Pedro Boaventura a buscar informações.

OUÇA ABAIXO UM TRECHO EDITADO DA FALA DE DAVID NETO NA CÂMARA



Política LEIA TAMBÉM

Charge da Semana

CHARGE DO BOREGA

As mais lidas hoje